Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Os onzes do dérbi - não há Jonas no Benfica, há uma meia surpresa no Sporting

Se resultou uma vez, pode resultar uma segunda. Rui Vitória escolheu as mesmas três setas para atacarem rápido a baliza e acelerarem as transições, e quem sofre com isso é Jonas, porque está lesionado. E Jorge Jesus guardou uma mudança inesperada para a defesa

Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Já se sabia que um cartão amarelo tramara a vida a Zeegelaar, por isso, e pressupondo que evitaria inventar, Jorge Jesus deveria escolher Jefferson para o lado da esquerdo da defesa (que não joga desde 25 de fevereiro). Check. De resto, nada o obrigava a ter que mudar o que fosse, mas o treinador mudou na mesma - e logo ao centro da defesa.

Rúben Semedo foi para o banco e o titular é Paulo Oliveira, o português que tem sido mais remendo ou pronto socorro do que, propriamente, alguém com presença assídua no onze. Dali para a frente, tudo como de costume, com Adrien a correr à frente de William e Alan Ruiz a ir atrás de Bas Dost.

Sporting: Rui Patrício; Schelotto, Paulo Oliveira, Coates e Jefferson; William Carvalho, Adrien Silva, Gelson Martins e Bruno César; Alan Ruiz e Bas Dost.

Do outro lado, Rui Vitória terá pensado que, à falta de Jonas - que se magoou num treino e, pelos vistos, não recuperou, porque nem ao banco de suplentes vai -, o melhor era recorrer aos mesmos que, há meses, surpreenderam o Sporting na Luz.

Rafa vai estar atrás de Mitroglou e a correr misturado com Salvio e Cervi, os velocistas que fizeram os leões sofrer nas transições ofensivas e saídas bem rápidos para o ataque à baliza adversária.

Benfica: Ederson; Nélson Semedo, Luisão, Lindelöf e Grimaldo; Fejsa, Pizzi, Salvio e Cervi; Rafa e Mitroglou.

Acompanha o Sporting-Benfica em direto, AQUI, na Tribuna Expresso, a partir das 20h30.