Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Vítima de atropelamento chamava-se Marco Ficini e era membro da claque da Fiorentina

O italiano atropleado hoje de madrugada junto ao Estádio da Luz chamava-se Marco Ficini e tinha vindo a Portugal no âmbito de um protocolo entre a claque da Fiorentina e a Juve Leo.

Rui Gustavo

Partilhar

O homem que morreu hoje de madrugada na sequência de desacatos ocorridos junto ao Estádio da Luz chamava-se Marco Ficini, era membro de uma claque da Fiorentina e também adepto do Sporting, como o próprio clube já admitiu em comunicado.

Marco tinha 41 anos e ter-se-à deslocado a Portugal na companhia de outros membros da claque da Fiorentina. Esta claque tem uma espécie de protocolo com a Juve Leo. O homem terá sido atropelado na sequência de uma desordem com adeptos do Benfica.

O autor do atropelamento fugiu do local e ainda não foi identificado. Benfica e Sporting, que se defrontam hoje à noite no Estádio de Alvalade, já lamentaram a morte do adepto.

A PSP não confirma que a morte tenha resultado de um confronto entre claques e não vai reforçar o policiamento previsto: 600 homens para um encontro que já estava classificado de "alto risco".