Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Nuno Espírito Santo: "As oportunidades acabam quando acabar o campeonato"

O treinador do FC Porto, triste, cabisbaixo e desanimado, diz que a equipa controlou o jogo e sofreu um golo sem que Casillas fizesse uma defesa: "Mas lutámos e vamos continuar a lutar. As oportunidades acabam quando acabar o campeonato"

MIGUEL RIOPA

Partilhar

O resumo do jogo, por Nuno

"Entrámos bem, fizemos uma boa primeira parte e chegámos justamente à vantagem. Entrámos também bem na segunda parte, com oportunidades claras. E, num momento de desconcentração num canto... O Iker não faz nenhuma defesa e somos penalizados. É um resultado dececionante, acima de tudo, um resultado dececionante".

A postura do FC Porto

"Fizemos um bom jogo e controlamos totalmente uma boa equipa, com bons jogadores e bem orientada. Mas fomos superiores e deveríamos e poderíamos ter vencido este jogo, que era o nosso objetivo para continuarmos na luta."

Acabou com Soares, André Silva e Rui Pedro lá na frente

"Foi mais uma opção. Nesse momento, tínhamos encostado o Marítimo totalmente à sua área. Mais um avançado, mais homens na área, mais oportunidades, mais ocasiões. Acima de tudo, é um resultado dececionante. Neste momento, as palavras valem pouco, muito pouco. Mas lutámos e vamos continuar a lutar. As oportunidades acabam quando acabar o campeonato."

E agora?

"Nós só olhamos para nós. Não vamos desistir. Como disse, as oportunidades acabam quando acabar o campeonato."