Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

O treinador que não perde em casa contra os grandes: "Comecei a dizer ao Djoussé: 'Se calhar vais fazer o golo mais importante da época"

Daniel Ramos, que esta época não perdeu nos Barreiros contra FC Porto, Benfica e Sporting, diz que durante a semana foi brincando com o jogador que marcou e cujo único outro golo na época tinha sido frente aos dragões

HOMEM DE GOUVEIA

Partilhar

A atitude que reconhece na equipa

"Dar os parabéns à minha equipa, que fez um grande jogo, novamente. Aqui em casa, temos conseguido ser muito fortes e hoje fomo-lo mais uma vez. Reagimos ao que é um poderio reconhecido por mim, e por todos, que é o FC Porto. "

"Sabíamos que tínhamos que ser muito agressivos e fortes, que os espaços iam ser poucos e que íamos tentar jogar quando os houvesse, mas sem nunca abdicar daquilo que é um requisito importante na nossa equipa - ter uma atitude incansável até ao final."

O foco no 6º lugar

"Sofremos na parte final e o resultado podia ter sido diferente. Mas a atitude da equipa é extremamente gratificante para mim, treinador. Reconheço que, num ou noutro momento, fomos felizes. Fizemos por merecer o golo que nos deu mais um ponto na nossa caminhada pela procura do 6º lugar. E vamos, naturalmente, tentar uma vitória no próximo jogo que, provavelmente, será suficiente."

"Criámos uma luta com o Rio Ave, sabemos que está próximo e aquilo que queremos é ir somando e fugindo o mais possível do Rio Ave. Mas, fundamentalmente, se formos aquilo que temos sido, o 6º lugar pode ser uma realidade."

Os jogos contra os grandes

"Ao intervalo, disse aos jogadores que, para estarmos no jogo, precisávamos de não perder rigor e ser uma equipa sempre empreendedora. A tentar que o FC Porto cometesse erros e a apostar nas bolas paradas. Temos vindo a trabalhar muito esses aspetos. Isso faz com que a equipa sinta que pode fazer um golo a qualquer momento, como temos conseguido fazer em casa."

Djoussé e o golo que voltou a marcar ao FC Porto

"É uma curiosidade, mas, há uns dias, mesmo sem ter sido muito utilizado ultimamente, comecei-lhe a dizer 'se calhar vais fazer o golo mais importante da época e continua a trabalhar'. Ele é muito acarinhado por mim e pelo grupo. Ele e todos os outros jogadores são muito importantes para mim. Valorizo muito aqueles que não jogam e a atitude de trabalho que a equipa tem."