Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Vasco Seabra: “Foi um jogo ingrato”

Treinador do Paços de Ferreira admitiu, porém, algumas “falhas” por parte da sua equipa na derrota no Dragão, na 33ª jornada da Liga (1-4)

Expresso

Partilhar

Embora não tenha entrado “bem” no jogo, por ser demasiado o “receio”, o Paços de Ferreira conseguiu, a dada altura, “começar a ter mais critério e explorar o espaço”. Foram criadas várias oportunidades, das quais foram aproveitadas algumas.

O resultado do jogo (4-1, vitória do FC Porto, no jogo deste domingo) é, por isso, “ingrato”, considerou o treinador do Paços de Ferreira, Vasco Seabra, em declarações à Sport TV, minutos após o final do encontro.

O treinador admitiu, porém, algumas “falhas” por parte da sua equipa, situações em que podiam ter marcado e não conseguiram fazê-lo. “Na segunda parte iniciamos o jogo a perder numa falha nossa e tivemos situações em que podíamos ter feito. Foi um jogo ingrato, em determinados momentos conseguimo-nos projetar. Sofremos quatro golos, mas dois foram de penálti, que são lances ingratos”, disse Vasco Seabra.