Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Brahimi recebe direitos de imagem no paraíso europeu dos impostos

Jogador franco-argelino do FC Porto abriu há um ano duas sociedades em Malta que visam gerir os contratos publicitários e outras receitas não salariais

Miguel Prado e Micael Pereira

Partilhar

Yacine Brahimi, futebolista franco-argelino, de 27 anos, que alinha pelo Futebol Clube do Porto, é um dos cidadãos com residência em Portugal que decidiram recorrer ao competitivo regime fiscal de Malta para gerir os seus rendimentos, de acordo com os dados obtidos pelo Expresso no âmbito da investigação Malta Files, desenvolvida pelo consórcio jornalístico europeu EIC - European Investigative Collaborations.

Yacine Brahimi criou duas empresas em Malta a 26 de abril de 2016, seguindo uma estrutura muito frequente naquela ilha do Mediterrâneo, que permite otimizar fiscalmente o pagamento de impostos. O empresário é detentor de uma sociedade maltesa, que por sua vez detém outra companhia em Malta. Esta subsidiária é a parte operacional da estrutura e paga imposto (IRC) à taxa normal de 35%, podendo a empresa que a controla recuperar até 6/7 do imposto suportado pela subsidiária, resultando numa taxa efetiva de 5% sobre os rendimentos obtidos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)