Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Ministério Público abre inquérito à troca de e-mails entre Pedro Guerra e ex-árbitro

O Ministério Público confirmou à Tribuna Expresso que vai proceder à abertura de inquérito à troca de e-mails entre o diretor da Benfica TV e o ex-árbitro Adão Mendes, caso que foi divulgado pelo diretor de comunicação do FC Porto

Rui Gustavo

Francisco J. Marques é o diretor de comunicação do FC Porto

DR

Partilhar

"Um esquema de corrupção de árbitros para favorecer o Benfica". Foi assim que, terça-feira à noite, no Porto Canal, Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, acusou o Benfica de corrupção, revelando uma alegada troca de emails entre Pedro Guerra, diretor da Benfica TV, e Adão Mendes, ex-árbitro, na época 2013/14.

Contactado pela Tribuna Expresso, o Ministério Público confirma que foi recebida uma denúncia anónima relativa ao caso e que a mesma foi encaminhada para o DIAP de Lisboa, com vista à instauração de um inquérito.

De acordo com a informação divulgada pelo diretor de comunicação do FC Porto, o alegado esquema de corrupção envolvia Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, tratado na correspondência como "primeiro-ministro", enquanto os árbitros era designados como "padres".

Também esta tarde, o Benfica desmentiu as acusações portistas e anunciou que vai processar Francisco J. Marques por difamação.