Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Miguel Cardoso e o empate frente ao Benfica: "É preciso ser corajoso para tentar jogar assim"

Técnico do Rio Ave é uma das figuras deste início do campeonato: em quatro jogos, leva três vitórias e um empate, esta noite, frente ao Benfica. Em declarações à Sport Tv, sublinhou que a sua equipa teve "respeito pelo Benfica" mas jogou sempre segundo a sua identidade

Expresso

Partilhar

Identidade do Rio Ave

"Traçámos uma identidade e um princípio e os jogadores abraçaram essa proposta. Os adversários condicionam o que podemos ou queremos fazer, mas vamos sempre tentar seguir o nosso caminho. Estamos felizes por termos conseguido jogar com o nosso plano durante largos minutos frente ao Benfica. É preciso ser corajoso para tentar jogar assim. Tivemos respeito pelo Benfica mas fomos à procura da nossa identidade e conseguimos"

"Lançámos o desafio de como queriam jogar contra o Benfica. Fomos provocatórios nesse sentido. Eles responderam que queriam jogar como treinam"

Lado emocional

"Preocupo-me com o que controlo. E ao longo do jogo foi controlar o estado emocional dos nossos jogadores. Sabemos que o estado emocional pode alterar os comportamentos e os comportamentos alteram os resultados. Conseguimos jogar sempre com aquilo que definimos. Do ponto de vista defensivo tivemos de nos agarrar ao jogo, por vezes"

Futuro

"Esta proposta de jogo é da equipa, somos uma entidade comum. Vamos tentar competir em cada jogo. Temos consciência de que estamos no início de uma longa caminhada. Estamos já focados no próximo jogo, que passa a ser o mais importante"

Partilhar