Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Daniel Ramos: "Vencer era excecional, empatar é muito positivo"

O treinador do Marítimo, que também rodou muitos jogadores na equipa para esta partida na Taça da Liga, não desgostou do resultado e revelou como disse aos jogadores para se divertirem

Expresso

Daniel Ramos tem 46 anos e treina o Marítimo desde setembro, depois de ter estado no Santa Clara

Gregório Cunha

Partilhar

Como viu o jogo

"É um bom resultado por tudo, pelo Sporting ser melhor, por jogar em casa, pelo grande arranque, pelo plantel. Vencer era excecional, empatar é muito positivo, contudo temos sempre a ambição de querer mais. Quando se tem pela frente uma equipa destas, o empate acaba por ser positivo."

Os jogadores que também trocou

"Temos de o fazer, disse aos jogadores para se divertirem, serem rigorosos, para mostrarem isso aos que não vieram, que têm a minha confiança. Precisamos de todos, a individualidade não entra com arma principal ao longo do campeonato. Na Taça da Liga, apesar da rotatividade, queremos dignificar a competição e se pudermos passar a fase seguinte vamos fazê-lo."

Como se é bem sucedido a fazer rotações?

"Com muito trabalho, dedicação, mensagem forte ao grupo. Eles sabem que eu sou uma extensão do grupo, com mais responsabilidades. Eles vêem-me como um amigo, que lhes ensina, dá raspanetes, é como ser um pai. Defendo o meu grupo, desde que eles mereçam.»