Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Que ganhe o melhor comunicado: um Azar do Kralj projeta o grande clássico da oitava jornada

Domingo à noite há Sporting-FC Porto e Um Azar do Kralj antecipa um grande duelo entre Francisco Marques, Nuno Saraiva e José Marinho, “de teclas afiadas, prontos para comer a relva e lutar pela vitória na Liga NOS dos subterfúgios”. “Ainda não sabemos quem ganhou, mas cada qual fará como o PCP em noite eleitoral”

Vasco Mendonça e Nuno Dias, Um Azar do Kralj

getty

Partilhar

As marcas de desporto gostam de dizer ao consumidor que o futebol é muito mais do que um jogo. Serve isso para vender artigos desportivos e o sonho a estes associado: um corpo tonificado, uma mente sã e um propósito qualquer maior do que nós. Problema: o futebol é de facto mais do que um jogo, mas em Portugal faz-se uma interpretação livre do conceito.

Futebol é o jogo jogado, mas isso é apenas um pretexto para dar lugar à modalidade favorito de quem trabalha nos clubes. Nope. Não é o futebol. É o tiro ao alvo. É o faroeste da comunicação bélica antes, durante e depois do jogo. É questionar a idoneidade do VAR. É escrever manifestos insinuantes sobre o estado das coisas. É denunciar sem provas. É fazer tudo isto sem deixar que a realidade estrague uma boa história, até que essa história se torne realidade.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)