Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Incêndios: Tondela corta relações institucionais com Belenenses

Em causa está o adiamento do jogo pedido pelo Tondela que o Belenenses não aceitou - e que desencadeou uma troca de galhardetes públicos entre os clubes

Lusa

Nuno André Ferreira/Lusa

Partilhar

O Tondela anunciou nesta quinta-feira o corte de relações institucionais com o Belenenses, que vai defrontar no domingo para a nona jornada da I Liga de futebol, na sequência do diferendo pelo não adiamento do jogo devido aos incêndios.

O Tondela tomou esta decisão em resposta ao comunicado emitido pelo Belenenses na quarta-feira, sobre "o ignóbil, mentiroso e moralmente abjecto comunicado do Tondela", que acusou os lisboetas de falta de solidariedade por não concordarem com o adiamento do jogo de futebol entre as duas equipas.

Num comunicado intitulado "uma horrível e tremenda falta de carácter", o Tondela recordou que os incêndios de domingo afectaram "directa e indirectamente atletas, treinadores e directores" do clube e que, perante a tomada de decisão dos "azuis", que considerou "a todos os níveis inqualificável e que mancha os valores que devem nortear o desporto a CD Tondela - Futebol, SDUQ não tem outra opção que não cortar, imediatamente, todas as relações institucionais com a Belenenses SAD".

"A única coisa que se afirma a propósito do comunicado da Belenenses SAD é a evidente e demonstrada falta de carácter dos seus responsáveis e uma infame acusação que da nossa parte só poderia ser respondida com calão e falta de educação, que é coisa que não temos nem teremos", lê-se no comunicado do Tondela, que assegura não confundir a estrutura da Sociedade Anónima Desportiva do clube lisboeta com "a instituição centenária Clube de Futebol Os Belenenses nem os seus associados, que se demarcaram imediatamente, além de repudiarem a falta de anuência a um adiamento correcto do jogo".

Na quarta-feira, a direcção da SAD do Belenenses acusou o clube tondelense de alegar os "condicionamentos que a poluição atmosférica impunha para a preparação desportiva do Tondela", para cumprir objectivos do "foro desportivo".

De acordo com o Belenenses, as três partes, clubes e Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), chegaram a acordo para que o encontro fosse marcado para segunda-feira, o que não veio a ocorrer perante a retirada do pedido de adiamento do Tondela.

A SAD do Belenenses entende assim que "o Tondela mente, contrariando as razões que apresentou, que eram unicamente do foro desportivo", e que "volta a mentir, desta vez por omissão, ao não mencionar que havia aceitado e assinado um acordo para o jogo se realizar na segunda-feira, dia 23 de Outubro".

Antes, o Tondela, igualmente em comunicado, acusou os responsáveis do Belenenses de falta de solidariedade, sensibilidade e bom senso.

Na sequência dos incêndios que assolaram o concelho, o Tondela solicitou à LPFP o adiamento da recepção ao Belenenses, da nona jornada, agendada para domingo, às 16h.

O Tondela sustentou o pedido de adiamento do jogo na má qualidade do ar, que afectou "de forma determinante os trabalhos da sua equipa profissional".