Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Jorge Simão: “Arriscámos, arriscámos forte e não deu”

O treinador do Boavista destacou a prestação da sua equipa até aos 80 minutos. “Fomos melhores até aí”

JOSÉ COELHO/LUSA

Partilhar

“Arriscámos, arriscámos, arriscámos”. Jorge Simão, treinador do Boavista, repetiu a palavra menos três vezes. Após o jogo contra o FC Porto, do qual a sua equipa saiu derrotada (3-0), o treinador sublinhou a coragem e determinação da sua equipa, ainda que o resultado tenha sido muito pouco satisfatório. “Arriscámos, arriscámos forte e não deu. Outras vezes deu, outras vezes vai dar. Hoje, lamentavelmente, não deu.”

“Voltaria a fazê-lo, acho que era o que havia a fazer. Deu este resultado. Mas voltaria a fazê-lo”, afirmou Jorge Simão, descrevendo o resultado do jogo deste sábado à noite como extremamente pesado”.

Na sua opinião, o Boavista fez uma primeira parte “muito boa, num jogo difícil, duro, combativo”, qualidade de jogo que, segundo o treinador, conseguiu manter “até aos 80 minutos”. “Até aí, fomos melhores. Depois a tendência é outra”.