Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Web Summit: o que disseram Pedro Proença, Bruno de Carvalho, Domingos Soares de Oliveira, Júlio César e Svilar

Esta terça-feira foram muitas as personalidades do desporto que passaram pela Web Summit, que está a decorrer na Altice Arena, em Lisboa. Falou-se de videoárbitro, da diferença entre ricos e pobres, de tecnologia, entre muitas outras coisas

Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA/Getty

Partilhar

Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes

Arranque do VAR
“Há uma grande margem de progressão para melhorar, como em todos os sistemas novos. É uma introdução e tem de ser elogiada por todos. Somos das cinco ligas profissionais que têm este meio tecnológico e temos de ver as coisas pelo lado positivo: se não tivéssemos hoje o VAR, que discussões teríamos? Temos de dar tempo, isso é fundamental para não deixarmos morrer o futuro da arbitragem”

Divulgação dos áudios
“A Disciplina e Arbitragem estão na Federação e respeitamos essa separação de poderes. Essas questões têm de ser colocadas ao Conselho de Arbitragem”

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting

Finanças do Sporting
“Quando chegámos o Sporting tinha quase todos os jogadores na posse de fundos, mais de 500 milhões de dívida e tínhamos de melhorar ainda mais a Academia, reforçar o estatuto do clube e mostrar que era possível fazer dinheiro. Mudámos muito no primeiro ano e cortámos metade dos custos”

VAR e Third-party ownership
“Fui uma das caras contra o TPO e pelo vídeo-árbitro. Toda a gente dizia que eu era louco porque não era possível introduzir tecnologia e porque era muito bom falar de arbitragem todas as semanas. E porque sem o TPO os clubes iam morrer. É bom ver o Sporting, ao final destes cinco anos, como um clube bem falado em Portugal e no Mundo”

Doyen
“Não é uma instituição, é algo, não sei bem o quê. Há muito para mudar pois quando se luta contra algo que não se sabe quem são as pessoas e de onde veio o dinheiro, e eles podem ganhar, significa que o futebol tem muito para resolver. A derrota no tribunal foi um dia triste para o Sporting mas também para o futebol"

ANDR\303\211 KOSTERS

Buracos negros no futebol
"Noventa por cento dos clubes na Europa não tem contas públicas e isso é um grande buraco negro. Se os governos continuarem a assobiar e a não fazer nada, isso será mau para o futebol. No Big Five, há 18 nacionalidades diferentes a possuir 44 clubes. Não percebo porque os clubes não percebem por que motivo o negócio não pode ser lucrativo”

Lucros
“Fomos a única administração no Sporting que teve um mandato de quatro anos com lucro, fazendo-o com boa gestão, vendendo e comprando bem. Tivemos um recorde de receitas na última época. Os clubes estão a esquecer isso e apenas tentam atrair dinheiro de investidores e compradores. Quero que o Sporting continue a ser pertença dos adeptos.

Futuro dos clubes
"No futuro vão perceber que é preciso meter dinheiro nas respetivas academias e criar ligação com os adeptos, com as novas plataformas. É o que temos feito com sucesso nestes cinco anos. Quem não entender entrará em falência ou um dia tudo neles mudará. Todos os clubes recebem muito dinheiro das TV mas temos de olhar para as novas plataformas”

Domingos Soares de Oliveira, administrador financeiro da SAD do Benfica

Reter jogadores
"É importante reter os jogadores, mas é difícil competir pois agora estes seguem o dinheiro. O nosso grande desafio é reter e descobrir talentos, apostar no recrutamento, mas é difícil competir com clubes como Manchester City, Manchester United, Barcelona ou Paris Saint-Germain. Os jogadores que vendemos este ano estão a receber salários muito altos: podemos reter 1/2 anos, mas é impossível impedir a saída"

João Lima

Financiamento
“Estamos num país pequeno e é necessário encontrar novas formas de financiamento. Temos apostado em capitalizar investimentos em grande mercados como a China ou Índia"

Exemplo de Luisão
"Aqueles jogadores que conseguimos reter mais tempo são os que têm a cultura do clube. Conseguimos ver isso no nosso capitão, que tem hoje 36 anos e joga ao lado de um rapaz de 20"

Transferência de Neymar
“A transferência de Neymar é algo inédito, mas não dá para parar estes negócios - é o futuro. A UEFA não pode fazer nada para parar isto. Nós temos de encontrar soluções, encontrar os jovens que podem chegar ao topo. Fazer a seleção”

E-Sports
"Não tomámos ainda nenhuma decisão sobre isso. Fomos abordados nos últimos meses sobre este tema. Vemos que é uma 'trend' no Mundo e os eventos realizados no Mundo, que são fascinantes. Em termos de visualização do jogo de futebol, tem de estar no estádio ou na TV; estes eventos podem ser vistos em qualquer lado. A maioria dos clubes não tem ainda estratégia ainda mas dentro de um ou dois anos toda a gente tomará essa decisão”

JÚLIO CÉSAR, guarda-redes do Benfica

Tecnologia no futebol
“O futebol está a modernizar-se e só ganha com isso. Quando comecei era mais lento pois não havia tecnologia. O GPS ajuda muito à parte física. Pulseira do sono também é novidade e costumo meter no braço da minha filha"

Maurizio Lagana/Getty

Treinos dos guarda-redes
“A mudança de regras do jogo com os pés, na década de 90, atrapalhou quem não tinha muita técnica na altura. Isso obrigou à criação de exercícios específicos. O guarda-redes é tão importante como os defesas nesse aspeto. Agora joga-se com a defesa alta, na minha altura não era assim"

A carreira e Svilar
“Claro que quando temos a idade do Mile [Svilar] sonhamos alto. Mas agradeço ao Pai do Céu por aquilo que me proporcionou. Não imaginava nem nos melhores sonhos. A convivência com os mais velhos faz crescer e isso vai acontecer com o Mile. Tem um talento incrível e com 18 anos já fez a estreia contra o Man. United. Tem a cabeça muito boa e tem tudo para se tornar um grande guarda-redes. Na minha opinião até o melhor guarda-redes do Mundo”

SVILAR, guarda-redes do Benfica

Jogo de Old Trafford
“Foi um jogo de sentimentos mistos, pois perdemos o encontro. [No golo do United] a bola bateu no poste e depois nas minhas costas e entrou. Mas senti-me orgulhoso e feliz. Foi uma longa noite de viagem”

Michael Regan/Getty

Futuro e Júlio César
“Quero ser o melhor do Mundo. Mas há que ir passo a passo e trabalhar todos os dias. Estou agradecido por ter este velho com quem aprendo nos treinos [risos]”

Sérvia ou Bélgica
“Não é altura de pensar nisso. Apenas penso no clube”