Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Miguel Cardoso: Jamor “não é um sonho, é um objetivo”

O treinador do Rio Ave acredita que “foi um justo vencedor” e que a deixou a garantia: “esta equipa vai competir sempre”

Expresso

Partilhar

Miguel Cardoso considerou o Rio Ave um “justo vencedor” do jogo desta noite frente ao Benfica, que resultou na eliminação dos encarnados da Taça de Portugal. Para o técnico os seus jogadores “tiveram capacidade de resiliência e trouxeram um espírito de sacrifico fantástico”.

“[Chegar ao Jamor] não é um sonho, é um objetivo. Ate porque às vezes os sonhos são pesadelos”, disse Miguel Cardoso na flashinterview da Sport TV. “Esta equipa vai competir sempre. Se competirmos em todos os jogos, estaremos mais próximos de vencer”, referiu.

O treinador felicitou a equipa “por não ter traído” a forma de jogar do Rio Ave, mesmo defrontando um dos grandes como o Benfica. “As pessoas não podem querer mais do que temos feito. As pessoas podem querer aquilo que temos vindo a fazer”, disse.

“A maior alegria é que mostramos que somos um grupo com valores. Essa a maior alegria que um treinador pode ter”, sublinhou Miguel Cardoso.