Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

FPF contrata especialista internacional para acabar com polémica na vídeo arbitragem

Diretor técnico do IFAB, David Elleray, inicia colaboração direta com o Conselho de Arbitragem para a área da (contestada) vídeo-arbitragem

Isabel Paulo

Partilhar

David Elleray, diretor técnico do International Football Association Board (IFAB), vai ser consultor do Conselho de Arbitragem para o sistema VAR (Vídeo Assistent Referee, em sigla inglesa), anunciou a FPF, esta terça-feira. Debaixo de fogo desde que entrou em funcionamento no início da época na Liga NOS, o VAR vai contar a partir de agora com a colaboração mais direta do consultor de arbitragem da entidade independente responsável pelas Leis do Jogo, numa tentativa de baixar o volume das críticas no setor que já ameaçou esta época com pedidos de escusa concertada aos jogos da Taça da Liga e para a Liga.

Segundo a FPF, o dirigente que acompanhou o estágio dos árbitros de Categoria 1, realizado no Luso, em julho, “dando indicações sobre a forma de abordar a nova ferramenta ao serviço do futebol”, mostra-se motivado para a nova função de consultor.

De acordo com o próprio, a forma como vai colaborar com o Conselho de Arbitragem terá como ponto de partida algum trabalho feito no verão “na ajuda dada na preparação dos árbitros e dos VAR”.

“É uma continuidade. Posso perceber a forma como os procedimentos do VAR estão a funcionar e dar um feedback a grupos de árbitros e aos árbitros individualmente, no que diz respeito à aplicação do protocolo VAR”, explica o especialista do IFAB.

O apagão da comunicação entre o VAR e a equipa de arbitragem em Vila das Aves no jogo que acabou com a vitória do Benfica, por 1-3, foi uma das atuações mais contestadas dos vídeo-árbitros, tanto pelo Sporting como pelo FC Porto. Pinto da Costa, em entrevista recente ao jornal "O Jogo", defendeu o fim do VAR, alegando que o sistema “trouxe alguma coisa de positivo para alguns e só negativo para outros”.