Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Sérgio Conceição: "É fantástico jogar sob pressão. Se for por estar em primeiro, melhor ainda"

O treinador do FC Porto congratulou os seus jogadores e a equipa do Tondela, após a vitória que colocou os dragões, de novo, no comando do campeonato, dizendo também que não joga "em função dos outros"

Expresso

JOSÉ COELHO/LUSA

Partilhar

Ganhar após o brinde do Sporting

“Não jogamos em função dos outros. Procuramos o que queremos fazer e sabíamos que íamos ter um jogo difícil. O Tondela é uma equipa bem organizada defensivamente, fechou, de certa forma, o espaço que queríamos para chegar à baliza e ao último terço, principalmente na primeira parte, dificultando a nossa chegada. De qualquer das maneiras, tentámos por fora, porque por dentro estava difícil, com os três médios e os dois extremos a fecharem.

Fizemos o golo naquilo que somos fortes, a condicionar a primeira fase de construção do adversário. Tivemos ocasiões para fazer o segundo golo, não conseguimos, e o jogo tornou-se perigoso, porque podia acontecer algo numa bola parada.

Até ao fim, quisemos fazer o segundo golo para nos deixar mais tranquilos. Parabéns à equipa do Tondela, que fez um bom jogo, e aos meus jogadores, que tiveram uma crença muito grande num jogo que não era nada fácil.”

Ser líder e a pressão de o ser

“É mais uma etapa passada. Ainda temos muito campeonato pela frente, não nos vamos focar nos outros e no que os outros fazem. Claro que estamos atentos. Temos andado sempre em primeiro lugar e isto também é demonstrativo do caráter e da personalidade da equipa, é fantástico jogar sob pressão. Se for pressão de estar em primeiro, melhor ainda. Queremos chegar a maio com, pelo menos, mais um ponto que o segundo classificado.”

“Temos uma ambição e determinação muito grandes em ganhar títulos. Coincide, no próximo semana, ganhar ou não ganhar um título. Os jogadores menos utilizados vão fazer treino a pensar no próximo jogo, que será quarta-feira. O grupo está focado e, a partir de agora, é pensar no jogo com o Sporting, para a Taça da Liga.”

Waris, o reforço que esteve na bancada a ver

“Ainda não o vi. Pedi também para não me informarem de nada quando estou em estágio, não quero saber de nada do que gravita à volta da nossa equipa, que não tenha, exclusivamente, a ver com o jogo.”