Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

O apetite voraz (e a agressividade esdrúxula) contra o registo ávido (e a acutilância lateral): o que é preciso saber sobre o FCP vs SCP

O primeiro grande tira-teimas começa esta quarta-feira, às 20h45. Depois do embate, apenas um dos contendores se manterá com hipóteses de conquistar as três competições internas. Rui Malheiro faz a radiografia do jogo e do que poderá vir a seguir

Rui Malheiro

Foto epa

Partilhar

Está marcado para esta quarta-feira o duelo entre os dois clubes invencíveis a nível interno em 2017/18. Será o primeiro de quatro embates em oitenta e cinco dias – seguir-se-ão as duas mãos das meias-finais da Taça de Portugal (a 7 de fevereiro e a 18 de abril),intervaladas por um jogo para o Campeonato (a 2 de março) – em que FC Porto e Sporting se digladiarão, numa temporada em que todos os clássicos terminaram em empate e com uma míngua de golos (Sporting 0-0 FC Porto; FC Porto 0-0 Benfica; Benfica 1-1 Sporting).

Uma nova igualdade transportará o desenlace para o desempate por pontapés da marca de grande penalidade – na Taça da Liga, é bom recordar, não há prolongamento –, o que permitirá que portistas e sportinguistas mantenham o registo inexpugnável. Apenas um mero pormenor, já que no fim do embate apenas um dos contendores se manterá com hipóteses de conquistar as três competições internas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)