Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Final do Jamor. “A polícia está preparada para os cenários prováveis e até impossíveis”

Depois das agressões em Alcochete haverá mais polícias e com mais visibilidade junto das claques do Sporting no Jamor. “O risco zero não existe, nem na nossa vida, muito menos num jogo de futebol”, alerta a PSP. A final da Taça de Portugal de futebol, entre o Sporting e o Desportivo das Aves, começa às 17h15 deste domingo no Estádio Nacional, no Jamor

Hugo Tavares da Silva

Rui Ochôa

Partilhar

A final da Taça de Portugal terá mais polícias junto das claques, em consequência da invasão da academia do Sporting em Alcochete por meia centena de 50 adeptos, na terça-feira. Em conferência de imprensa esta sexta-feira à tarde, a Polícia de Segurança Pública revelou desconhecer se a realização do jogo no Jamor esteve em causa.

“Com todo este contexto desportivo, seria anormal não termos ajustado policiamento. Não podemos ignorar que fizemos reajustamento, em número [de agentes] e [estratégias de] reação. A polícia está preparada para os cenários prováveis e até impossíveis de acontecerem.”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)