Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

O amargo despertar do sonho: Aves fora da Liga Europa

Vencedor da Taça de Portugal falha entrada direta na Liga Europa por atraso no pedido de licenciamento à UEFA. Luiz Andrade, presidente da SAD do Desportivo das Aves, garantiu há quatro dias que o processo burocrático estava garantido. O bónus da entrada direta vai para o Sporting

Isabel Paulo

TIAGO MIRANDA

Partilhar

Após a euforia no Jamor e em Vila das Aves pela madrugada fora, o pesadelo: o vencedor debutante da Taça de Portugal frente ao Sporting não está licenciado para competir na Liga Europa devido ao atraso na entrega do processo de candidatura à UEFA. Apesar de Luiz Andrade, presidente da SAD do clube ter desmentido há quatro dias que o processo de licenciamento estava em ordem, fonte próxima do processo confirmou ao Expresso que o dossier de candidatura devia ter sido entregue à UEFA até final de dezembro, o que não sucedeu.

O esquecimento do vencedor-surpresa da Taça de Portugal acaba por beneficiar o derrotado Sporting, terceiro classificado da Liga, que assim assegura a entrada direta na Liga Europa, enquanto o Braga vai disputar a terceira pré-eliminatória da prova e o Rio Ave entra na segunda pré-eliminatória.

O lapso do Aves terá ficado a dever-se ao facto de a direção que subiu há um ano à I Liga estar longe de imaginar que a equipa de José Mota iria chegar à final da Taça de Portugal, já que desde o início da época o principal foco do clube ter sido a manutenção entre os grandes, depois de nas três vezes que conseguiu a promoção ter acabado por descer de divisão na mesma época.

O confessado sonho de criança de José Mota acabou da pior maneira. Hoje a equipa chegará ao Estádio pelas 18 horas, seguindo pouco depois para a homenagem prometida pelo presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, que este domingo, no Jamor, festejou de forma entusiástica a vitória inédita dos heróis da terra.

O Expresso tentou sem sucesso contactar a administração do clube. A FPF remete esclarecimento para mais tarde.