Tribuna Expresso

Perfil

Hóquei em Patins

Óquei de Barcelos parte para Itália à procura de revalidar conquista da Taça CERS

Os minhotos vão tentar somar ao seu palmarés a terceira Taça CERS, e a segunda consecutiva, depois de no ano passado terem vencido por 6-3 os espanhóis do Vilafranca na final

Lusa

Partilhar

O Óquei de Barcelos viaja na sexta-feira para Itália, onde vai tentar reconquistar a Taça CERS de hóquei em patins, e, na bagagem, a equipa leva a esperança e força de vontade para que isso aconteça.

Os minhotos vão tentar somar ao seu palmarés a terceira taça, e a segunda consecutiva, depois de no ano passado terem vencido a final da Taça CERS num emotivo jogo com o Vilafranca (6-3), disputado em casa, perante um pavilhão completamente cheio.

Paulo Pereira, que há pouco mais de um mês assumiu o comando técnico da equipa de Barcelos, substituindo Paulo Freitas que foi para o Sporting, revelou que está "esperançado na conquista do título", admitindo que a equipa vai fazer de tudo para que isso seja uma realidade.

"Sem dúvida que gostava de passar por aquilo que o Óquei de Barcelos passou no ano passado, que é a conquista dessa taça, a alegria imensa que deram aos adeptos. Como treinador seria uma alegria imensa conseguir conquistar pela primeira vez esta prova. Já a conquistei como jogador, mas como treinador nunca consegui. Estamos esperançados e confiantes de que isso possa acontecer", começou por dizer o treinador, que reconheceu ainda as dificuldades.

"Vai ser mais difícil. Vamos jogar num país diferente, com três equipas que também têm a legitimidade de pensar que podem vencer este troféu porque, se estão na 'final four', é porque têm valor. Agora também sabemos que temos os nossos trunfos, sabemos que temos uma responsabilidade acrescida porque somos os atuais detentores dessa taça e se calhar recai sobre nós algum favoritismo", admitiu ainda.

Luís Querido, capitão da formação barcelense, garantiu que "as expectativas do grupo estão ao mesmo nível do ano anterior", em que conquistaram o troféu, ainda assim, mostrou-se consciente das dificuldades que vão encontrar já nas meias-finais, frente ao Sarzana, de Itália.

"Todo o grupo é forte. É uma equipa com muita experiência. Sabemos que vamos encontrar uma equipa bastante difícil, mas também sabemos que está ao alcance do melhor Óquei de Barcelos", garantiu.

O Óquei de Barcelos, que conquistou a Taça CERS em 1995 e em 2016, defronta nas meias-finais, sábado pelas 17h30 (hora portuguesa), os italianos do Sarzana, enquanto no outro jogo desta 'final four', marcado para as 20h (hora portuguesa), os anfitriães do Viareggio jogam com os espanhóis do Caldes.

Todos os jogos serão transmitidos na RTP Internacional e no canal de YouTube da CERHTV.