Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

O fã que impediu Phelps de alcançar o ouro

“Mais quatro anos? Não. Não. Acabou-se.” O atleta norte-americano anunciou assim que não irá aos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020, após perder a medalha de ouro para o asiático Joseph Schooling, o menino que há oito anos lhe pedira para tirar uma fotografia

Maria João Bourbon

GABRIEL BOUYS/AFP/Getty Images)

Partilhar

O rapaz que aos 13 anos conhecia o seu ídolo, Michael Phelps, e tirava com ele uma fotografia, vou a reencontrá-lo. Desta vez nos Jogos Olímpicos. O nadador de Singapura, agora com 21, não só subiu ao pódio com Phelps como lhe roubou este sábado a medalha de ouro, ao ficar em primeiro lugar nos 100 metros de mariposa no Rio de Janeiro.

Em 50,39 segundos, Schooling conseguiu chegar à meta, estabelecendo um novo recorde olímpico e impedindo o norte-americano de conquistar a 23ª medalha de ouro. Ainda assim, Phelps conseguiu uma proeza inédita: dividir a medalha de prata com outros dois atletas, o sul-africano Chad les Clos e o húngaro Laszlo Cseh, que conseguiram terminar a prova no segundo lugar, aos 51,14 segundos.

Com um percuso inigualável na história da natação olímpica, o norte-americano de 31 anos conta já com 27 medalhas olímpicas (22 de ouro, três de prata e duas de bronze), das quais 14 em medalhas individuais. Este ano, viu o ouro fugir-lhe das mãos em direção ao adversário de 21 anos, naquela que era a sua última prova individual no Rio de Janeiro.

No domingo irá ainda disputar a estafeta 4x100m estilos, na qual poderá arrecadar mais uma medalha. Mas em 2020 não estará de volta: o atleta já adiantou que não irá às Olimpíadas de Tóquio. “Mais quatro anos? Não. Não. Acabou-se.”