Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

São os 1000 metros da sua vida e ele vai “arriscar e dar tudo”

O atleta português Fernando Pimenta apurou-se esta segunda-feira para a final de canoagem, na categoria K1 1000 metros. A sua luta por um lugar no pódio começa a partir das 14h12 de terça-feira

Helena Bento

Comentários

MURAD SEZER/REUTERS

Partilhar

Fernando Pimenta apurou-se esta segunda-feira para a final da canoagem, na categoria K1 1000 metros, na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. O atleta português terminou a meia-final na segunda posição, com o tempo de 3:33:420s. A final realiza-se esta terça-feira, às 14h12.

“Na primeira corrida senti-me muito, muito bem. Estou tranquilo, relaxado e confiante. Tudo isso ajuda. Foram mais de 200 dias de estágio, isolado e focado nos Jogos”, disse o atleta ao sair da água, citado pelo site MaisFutebol. E acrescentou: “O primeiro passo está dado. Estou na final, amanhã volto à linha de partida para os 1000 metros da minha vida. Vou arriscar e dar tudo".

Em 2012, nos Jogos de Londres, o atleta do Clube Náutico de Ponte de Lima conquistou a medalha de prata na categoria K2 1000 metros, juntamente com Emanuel Silva. Ganhou o bronze nos Mundiais de 2015, em Milão, e o ouro já este ano, nos Europeus de Moscovo.

Já Francisca Laia, também na canoagem, falhou a qualificação para a final A. A atleta foi quinta classificada na segunda série da meia-final de K1 200 metros, com o tempo de 41,573s. Vai disputar a final B na terça-feira, às 13h40.

  • O Conquistador

    Sociedade

    O canoísta Fernando Pimenta é a grande esperança nacional para a conquista de uma medalha olímpica. Depois da prata em Londres, esteve afastado meio ano da seleção e chegou a pensar abandonar a modalidade. Está na melhor fase da carreira e não é curto na ambição: quer ser o melhor de sempre no desporto português