Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

Sara Moreira correu a maratona com uma fratura de stresse

Percebe-se agora porque a maratonista desistiu tão cedo no Rio de Janeiro. Atleta do Sporting chegou esta manhã a Portugal e vai estar agora algumas semanas afastada das corridas

Lusa

ANTÓNIO COTRIM / Lusa

Partilhar

A portuguesa Sara Moreira, que desistiu durante a maratona dos Jogos Olímpicos Rio 2016, sofreu uma fratura de stresse, anuncia o Comité Olímpico de Portugal.

"Como é de conhecimento público, a Sara Moreira apresentou queixas numa fase inicial da prova, acabando por abandonar a prova antes do quilómetro sete. A atleta foi submetida a uma ressonância magnética que revelou uma fratura de stresse na zona afetada", lê-se no comunicado do COP revelado esta quarta-feira.

No domingo, a campeã europeia da meia-maratona desistiu da maratona pouco depois da passagem pelos seis quilómetros, com o COP a relembrar que "Sara Moreira apresentou queixas físicas antes da partida para o Brasil, tendo feito exames médicos complementares, cujo relatório médico da FPA [Federação Portuguesa de Atletismo] enviado à chefia médica da Missão Olímpica deu a atleta como apta para a prova da maratona".

"Após os treinos efetuados já no Rio de Janeiro e uma ecografia realizada na cidade-sede dos Jogos Olímpicos, não houve qualquer novo dado relativamente à situação clínica da atleta", refere o organismo.

De acordo com o COP, "a atleta irá agora submeter-se a um período de recuperação que a irá afastar da competição nas próximas semanas, tendo já viajado para Portugal onde chegou esta quarta-feira de manhã".