Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

Taekwondo: Rui Bragança vence e segue para os quartos de final

Sonho de conquistar uma medalha olímpica mantém-se para o atleta que é bicampeão europeu e vice-campeão do mundo na categoria -58kg. Combate dos quartos de final está agendado para as 20h45

Expresso

Partilhar

Começou da melhor maneira a participação de Rui Bragança na prova de taekwondo dos Jogos Olímpicos. Competindo na categoria -58kg, o atleta português derrotou o seu primeiro adversário e segue para a segunda ronda do torneio.

O combate começou muito bem para Rui, que logo nos primeiros momentos da ronda inicial fez um ataque à cabeça do colombiano Óscar Muñoz e somou os primeiros três pontos, vantagem ampliada para 4-0 até ao final do primeiro round.

No segundo round, mais movimentado e com reações por parte do colombiano, a vantagem do português acentuou-se e a contabilidade fechou em 13-2.

O terceiro round não chegou ao fimdo tempo regulamentar, uma vez que a vantagem de 14-3 precipitou o fim do combate.

Nos quartos de final, agendados para as 20h45 desta quarta-feira, Bragança terá como adversário Luisito Pie, da República Dominicana.

É com muita ambição que Bragança está presente no Rio de Janeiro. O sonho de trazer a medalha de ouro está bem alicerçado em resultados de vulto: é pentacampeão nacional, bicampeão europeu, vice-campeão do mundo, campeão da Europa de Categorias Olímpicas e medalha de ouro na primeira edição dos Jogos Europeus, resultado que confirmou o apuramento para o Rio 2016 no final do ano passado.

  • “O Rui sacrificou a juventude para chegar aos Jogos”

    Jogos Olímpicos

    Professor de educação física, apaixonado pelo Taekwondo, Hugo Serrão, de 37 anos, é um dos responsáveis, talvez o principal responsável, pelo sucesso de Rui Bragança. Foi praticante da modalidade durante 20 anos e o melhor que conseguiu foi o quinto lugar no europeu de juniores e de seniores. Também foi pentacampeão nacional numa categoria (-62kg) que já nem existe. O percurso de treinador começa quando entra para a faculdade, no curso de educação física. Aos 18 anos já dava treinos a sério, em acumulação com as funções de professor. Atualmente é só treinador de taekwondo profissional