Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

Eles vão mesmo lutar pelas medalhas: canoístas portugueses na final de k4 1000

Fernando Pimenta, Emanuel Silva, João Ribeiro e David Fernandes seguem em frente. Ataque às medalhas é este sábado

Helena Bento e Mafalda Ganhão

Comentários

JOSÉ CARIA

Partilhar

O primeiro passo está dado. Fernando Pimenta, Emanuel Silva, João Ribeiro e David Fernandes terminaram as meias-finais da prova de K4 1000 metros em 2º lugar e garantiram um lugar na final deste sábado.

Embora a odisseia olímpica não tenha começado bem para os canoístas portugueses, com o 5.º lugar de Fernando Pimenta na final de K1 1000 e o 4.º lugar de Emanuel Silva e João Ribeiro na prova K2 1000, falhando o bronze por uma nesga, a verdade é que nestas meias-finais os portugueses conseguiram mostrar que não tencionam sair da lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, de mãos a abanar.

Mas o que aconteceu antes de chegarem até aqui? Na final de K2 1000, os canoístas lusos Emanuel Silva e João Ribeiro ficaram a 2,108 segundos da Alemanha, representada por Max Rendschmidt e Marcus Gross, medalha de ouro, com 03.10,781 minutos. Ao mesmo pódio subiram também Marko Tomicevic e Milenko Zoric, da Sérvia (medalha de prata) e Ken Wallace e Lachlan Tame, australianos, que ficaram com o bronze.

“O quarto lugar é o primeiro lugar dos últimos, infelizmente. Só depois de cortar a meta é que reparei que tínhamos sido ultrapassados pelos australianos. Durante a prova sabíamos que íamos nos lugares da frente, tive de acreditar”, dizia Emanuel Silva após a prova.

Fernando Pimenta, que começou a prova em primeiro lugar e ali se manteve durante os primeiros 500 metros da corrida, acabou por terminar a final de K1 100 em 5.º lugar, tendo sido ultrapassado pelo espanhol Marcus Walz (ouro), pelo checo Josef Dostal (prata) e pelo russo Roman Anoshkin (bronze), bem como pelo australiano Murray Stewart.