Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

Confirmada ausência da Rússia nos Jogos Paralímpicos

Tribunal Arbitral do Desporto não aceitou o recurso apresentado pela Rússia e confirma a decisão do Comité Paralímpico Internacional de suspender a Rússia dos Jogos Paralímpicos, que vão realizar-se no Rio de Janeiro entre 7 e 18 de setembro

Lusa

O recurso apresentado por Vladimir Lukin, presidente do Comité Paralímpico russo, não foi aceite pelo TAS

MAXIM SHIPENKOV / EPA

Partilhar

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) rejeitou o recurso do Comité Paralímpico Russo e confirma a suspensão dos atletas do país no Jogos Paralímpicos Rio 2016, devido ao escândalo de doping que abalou a Rússia, anunciou esta manhã o órgão judicial sediado em Lausana (Suíça).

O TAS informa que não deu provimento ao recurso depositado a 15 de agosto pelo organismo paralímpico russo, confirmando, consequentemente, a decisão do Comité Paralímpico Internacional (IPC) de suspender a Rússia dos Jogos Paralímpicos, que vão realizar-se no Rio de Janeiro entre 7 e 18 de setembro.

O IPC tinha anunciado a 7 de agosto a suspensão do Comité Paralímpico Russo, na sequência da investigação de doping e das conclusões do relatório McLaren, que revelou a existência de um sistema generalizado de doping na Rússia com apoio estatal.