Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

“Se estou bem? Não estou ótima…”: a história de um 2º lugar e de um vestido que se abriu

Aconteceu nos Jogos Olímpicos de Inverno, na Coreia do Sul

Expresso

MLADEN ANTONOV/ Getty Images

Partilhar

Gabriella Papadakis, 22 anos, imaginou quase todos os cenários possíveis para o que poderia acontecer durante a prestação nos Jogos Olímpicos de inverno. Alguns bem maus. Um dos piores: a roupa rasgar-se ou ter qualquer tipo de problema com o guarda-roupa – ou não fosse a patinagem artística uma da modalidades em que a roupa mais importa. O “pior pesadelo” aconteceu quando os botões que agarravam o vestido ao pescoço se soltaram. A patinadora francesa teve de continuar sabendo que a qualquer momento poderia ficar seminua.

“Senti logo o que estava a acontecer e rezei. Foi realmente uma distração, quase o meu pior pesadelo do que me poderia acontecer durante os Jogos Olímpicos. Disse para mim mesma: não tenho escolha, tenho de continuar. E foi isso que fiz. Penso que podemos ficar orgulhosos porque fomos capazes de apresentar uma ótima performance tendo em conta o que estava a acontecer”, disse Gabriella Papadakis, citada pelo “The Guardian”.

A atleta conseguiu recompor-se, endireitar o vestido e terminar a coreografia, mesmo a mostrar mais do que queria. “Se estou bem? Não estou ótima…” , disse à saída da pista em lágrimas.

Apesar do problema de guarda-roupa, Gabriella Papadakis, que faz par com Guillaume Cizeron, conseguiu terminar em segundo lugar na classificação (81.93 pontos) entre as 24 duplas que participação na qualificação em patinagem artística.