Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Corona estava supimpa, Alex Telles estava como Maradona e André Silva devia estar em Torremolinos (por Lá Em Casa Mando Eu)

Catarina Pereira, de Lá Em Casa Mando Eu, leu entrevistas, viu notícias, fez uma aposta e diz que Maxi recebe a cartilha dele às escondidas

Catarina Pereira, Lá Em Casa Mando Eu

FRANCISCO LEONG

Partilhar

Casillas
Voltou a sofrer um golo num jogo decisivo logo aos 6 minutos, mas desta vez num excelente lance de ataque da equipa adversária. Um golo muito festejado pelos adeptos do Braga, pelo secretário de Estado que estava na tribuna presidencial e incomodou Pinto da Costa e pelo jogador do Marítimo que marcou um auto-golo sem querer.

Maxi Pereira
Passou o jogo a chatear o árbitro, deu luta aos selvagens do Braga e acabou o jogo sem ver um cartão amarelo. Parece-me que estamos então perante uma informação que foi vergonhosamente escamoteada no Porto Canal: Maxi Pereira também recebe a cartilha.

Felipe
Levou um cartão amarelo no primeiro minuto do jogo, num lance que o Braga acabou por repetir trezentas e vinte sete biliões de vezes, só na primeira parte. A partir daí, cumpriu sem mácula, fora quando estava a empurrar o Jonas.

Marcano
Podia ser convidado para me substituir nestas crónicas, porque tenho sempre a impressão que acaba os jogos mais como testemunha dos mesmos do que como participante. Neste caso em particular, Marcano é fundamental porque é dos poucos jogadores do FCPorto sem ferimentos graves e que não me lembro de ter sofrido nenhuma entrada karateca. O central espanhol poderá pelo menos servir de testemunha perante as autoridades.

Alex Telles
Levou pancada como se fosse Maradona no Mundial de 82 (fiz uma aposta de que conseguia escrever Maradona logo a seguir a Alex Telles, desculpem) e só na sua canela estão três ou quatro cartões vermelhos por mostrar (na verdade não estive a contar, por isso atirei assim a conta por baixo). Fez a assistência para o golo e bateu todos os cantos com intenção, à espera de um desvio. Merecia os três pontos e não estou a falar nas pernas.

Danilo
Se perdermos este campeonato, vai ser difícil esquecer que, aos 86 minutos, falhou o 1-2 completamente isolado, numa jogada estudada, claramente por si. Até os deuses, como o Senhor Comendador, falham. Terá o novo trailer de Star Wars afectado Danilo, incomodado pelo facto de Luke Skywalker poder ter passado para o Lado Negro da Força? O Senhor Comendador, estou certa, continuará a liderar-nos e, se há um último Jedi, é ele.

André André
Deu esta semana uma entrevista onde contou como eram aguerridos os Varzim-Rio Ave em sub-12, já que implicavam que, no dia seguinte, entrasse na escola de peito feito ou de cabeça baixa. É pena que o tenhamos apanhado na fase descendente da carreira em termos competitivos.

Óliver
Fez aquele que talvez venha a ser o penálti mais idiota da época. Em altura de Páscoa, talvez seja bom recordar a Óliver a história do homem que é obrigado a carregar a própria cruz na qual é pendurado só porque sim, nem sequer porque esse homem fez o penálti mais idiota da época.

Brahimi
Fez um jogo maravilhoso até que Nuno o tirou de campo, num gesto daqueles que só daqui a alguns séculos alguém conseguirá dizer: "Lembram-se quando o treinador tirou o jogador mais perigoso que tinha naquele jogo que tinha mesmo de ganhar e ninguém percebeu o que ele estava a fazer, só porque estavam em 2017 e ainda ninguém sabia que, no futuro, isso seria uma substituição incrível, que mudaria o destino não só daquela equipa como do planeta, tornando o FCPorto campeão durante 10 anos seguidos e acabando com o aquecimento global?" Ah, e foi expulso já no banco, portanto não joga para a semana. Mas quem precisa de Brahimi, afinal?

André Silva
Talvez tenha sido um erro não o ter deixado ir na viagem de finalistas a Torremolinos. Acredito que uns atos de vandalismo seja exatamente aquilo que precisa para se tornar o avançado em que ainda alguns acreditam.

Soares
Foi muito assobiado pelos adeptos bracarenses, mas daqueles que são mesmo do Braga e não lhe perdoam o que ele fez ali, enquanto jogador do Vitória de Guimarães. Como resposta, aos adeptos que são mesmo do Braga, marcou um belo golo de cabeça e só não fez mais porque o árbitro, que não deve ser mesmo do Braga, teve a infelicidade de não ver um penálti sobre ele.

Corona
(Bom, vamos ter de torcer pelos lagartos e vamos, portanto vou começar a treinar). O Corona entrou bem, 'tá a ver? Estava supimpa na ala e a vir para o meio, parecia aquela festa da Caras com o patrocínio da Associação das Famílias Numerosas, lembra-se? Foi tão chique, tão diferente, tão catita! Mas depois o Corona perde-se, p'rece que não 'tá concentrado. Parece do povinho, do Benfica, coisa hórrerosa, que eu até fico nervosa como daquela vez em que não havia a Hola! no quiosque.

Otávio
Quando Nuno o fez entrar para sair Brahimi, lançou a mãe de todas as bombas. E morremos todos.

Herrera
Entrou bem em campo e eu teria imenso para escrever sobre o assunto.