Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

D.A.M.A, SIRESP, sicários e videoárbitros (para mais informações sobre o FCP, ler Lá Em Casa Mando Eu)

Catarina Pereira viu a vitória do seu FC Porto diante do Deportivo La Coruña com estes olhos. E o caro leitor?

Catarina Pereira, Lá Em Casa Mando Eu

Octavio Passos

Partilhar

Casillas

Aos 30 minutos, teve de fazer a primeira defesa do jogo, num remate de Bruno Gama, após mau passe de Danilo. Esta frase, ainda que sempre factual, começou por fazer sentido, passou para a divagação e acabou sem sentido nenhum. Peço desculpa.

Ricardo Pereira

Jogo menos efusivo do jovem lateral portista, talvez até demasiado jovem para não ter ficado incomodado com o cancelamento do concerto dos D.A.M.A.

Felipe

Num lance na primeira parte, houve um jogador do Deportivo que achou que o ia fintar e ultrapassar em velocidade. Não vi bem o lance, mas o outro acabou no chão. Sem finta. Sem velocidade.

Marcano

Estamos no fim de julho, com quase 40 graus e com o facebook cheio de fotos de amigos na praia, e mesmo assim há sempre alguém no escritório que trabalha exactamente da mesma maneira, sem suspirar um lamento uma única vez. No FCP, esse exemplar de produção é Marcano.

Alex Telles

Está numa forma física impressionante para quem ainda agora regressou de férias, o que me leva a desconfiar que vem de uma parte do Brasil onde a picanha não é grande coisa.

Danilo

Aparentemente, não foi a melhor exibição de sempre do comendador. Houve ali uma altura na primeira parte em que falhou tantos passes seguidos que parecia que estava a comunicar com os colegas através do SIRESP.

Óliver

Passa a jogar com a camisola 10 nas costas, um número que lhe assenta na perfeição. 10 significa mestria e organização. 10 tem a bola nos pés e sabe o que fazer com ela. 10 impõe respeito aos colegas e aos adversários. E 10 também podem ser os golos sofridos pelo benfica a cada dois jogos.

Corona

Já tinha estado perto de marcar no primeiro golo da equipa e marcou mesmo o terceiro, num remate já com ângulo apertado, do lado direito. Uma das maiores características do FC Porto de Sérgio Conceição é que aparece precisamente com mais jogadores na cara do golo e os treinos devem ser mesmo evidentes, porque até Corona já percebeu isso.

Brahimi

Depois de um ano com Nuno Espírito Santo, onde alternou o banco de suplentes com um "dá cá a bola que eu faço", o argelino pode ter agora uma época com maior organização. No fundo, será semelhante à sensação de emigrar para um país nórdico.

Aboubakar

Vai jogar com o 9 nas costas, herdando o número mítico de Depoitre. Marcou dois e foi ele que provocou o erro que causa o terceiro golo. Continua, portanto, a fazer uma pré-época horrível e a dar-me razão em todas as minhas dúvidas e críticas em relação a ele.

Soares

Não esteve tão em destaque nesta partida. Pareceu-me até que perdeu um lance em corrida e em força contra o Sidnei, mas infelizmente o árbitro não recorreu ao vídeo-árbitro para confirmarmos esta loucura.

José Sá

Parece acreditar piamente que um dia pode ser opção e está a lutar com todas as forças para ficar com o papel importantíssimo de ir chamar os suplentes que estão a aquecer.

Maxi Pereira

Chamem-me antiquada, mas, apesar de todas as qualidades de Ricardo Pereira, custa-me que Maxi perca a titularidade. É como se alguém que governasse um cartel de droga escolhesse um miúdo que estudou Economia em Harvard para vir lavar dinheiro, porque é melhor nas contas e tal, mas prescindisse do sicário mais temido.

Reyes

Era titular no Benfica de caras, porque é um ser humano e tem duas pernas, mas para aqui não chega.

Layún

Também era titular no Benfica de caras, porque é um ser humano, tem duas pernas e faz várias posições na defesa.

Otávio

Foi filmado pelos colegas a dormir durante uma viagem de autocarro, demonstrando aquele problema que ele tem de não conseguir manter-se acordado um jogo inteiro.

Herrera

Sérgio Conceição não tem poupado críticas à equipa, mesmo com os bons resultados. O que significa que agora o Herrera não tem de se preocupar só comigo.

Hernâni

Houve ali momentos em que o ataque do FC Porto de repente parecia o Vitória de Guimarães, mas depois olhei para o estádio e não vi bancadas a arder e adeptos vestidos com armaduras, portanto relaxei.

Marega

Marcou o quarto golo e não festejou, porque este provinha de um passe infeliz de um adversário e Marega, como se sabe, é eticamente irrepreensível.

Sérgio Oliveira

Pela maneira como se entrega, nota-se que tem quase tanto amor pela nossa camisola como o Sporting pelo videoárbitro.

João Teixeira

Esteve em campo menos de 20 minutos, porque entrou mas voltou a ser substituído. Ninguém percebeu se saiu lesionado ou se o treinador não estava a gostar do que estava a ver. Pela sua saúde, espero que seja a primeira hipótese.

Rafa Soares

Tem pouco espaço neste plantel e já agora também neste texto.