Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Lá Em Casa Mando Eu tem um recado para dar - Marega? Antero: 223 millions pour commencer à parler

Catarina Pereira foi ao Dragão e voltou de lá com umas notas soltas sobre o que viu do seu FC Porto. A começar pelo goleador do jogo, mas também sobre Danilo, o comendador que terá, talvez, tido lições particulares a mais com William

Catarina Pereira, Lá Em Casa Mando Eu

MIGUEL RIOPA

Partilhar

Casillas

O videoárbitro, além de ser uma ferramenta útil para manter os adeptos do Sporting e o Rui Santos felizes, podia ser a maneira de sabermos o que faz Iker durante estes jogos. O vídeo-árbitro podia mostrar que livros lê, que exposições planeia visitar e outros passatempos que o nosso guarda-redes tem durante os entediantes 90 minutos.

Ricardo Pereira

É mais rápido que Maxi, aparece mais depressa no ataque, mas tem vulnerabilidades no 1x1 que nos lembram que está um uruguaio no banco que não deixa passar ninguém e que pode ter que ser chamado em jogos mais duros. Ricardo enfrentará os André Claros; Maxi os Nhagas.

Felipe

Tinha como missão dar porrada a Kléber, algo que devíamos ter feito a nós mesmos em 2011/12, quando achámos que ele era ponta de lança para o FC Porto.

Marcano

Sofreu um penálti, ao levar um soco nas trombas do Moreira que o obrigou a ir pôr uma espécie de protector solar (sem espalhar, como as avós fazem ao meu filho), mas este não foi detectado pelo vídeo-árbitro. Os penaltis a favor do FC Porto necessitam de uma tecnologia superior. De um DVD-árbitro. De um digital-referee. Ou de uma tecnologia extraterrestre ainda não inventada. O quarto golo, por sua vez, surge por correção do vídeo-árbitro, não só o tradicional, mas sobretudo o do grupo de adeptos que, como eu, tem visão para um ecrã do seu lugar e avisou o árbitro serenamente que o mais correcto seria validar o golo.

Alex Telles

Marcou vários cantos sem sucesso, até porque teimou em mandar a bola para o Aboubakar.

Danilo

Está com aquele típico ritmo de agosto, de quem não sabe se está na hora de comer uma bola de Berlim na praia ou de ir a um sunset beber um cocktail (morri um bocadinho ao escrever isto, desculpem). Estou preocupada porque ainda não percebi se o senhor comendador está só a precisar de mais férias ou se aprendeu mais do que devia com o William Carvalho na selecção.

Óliver

A acção no segundo e terceiro golos define-o. A pausa, a leitura, o timing do passe. Fez o que quis do jogo, como se os outros 21 jogadores fossem suas marionetas. Ter sido treinado por Nuno Espírito Santo foi um crime. Era como se António Lobo Antunes fosse obrigado a ter aulas de literatura com Duarte Marques.

Corona

A equipa jogou tão bem que era quase difícil alguém não o fazer. No entanto, continua a conseguir não se destacar, a não ser quando entrou Hernâni e pensámos todos: “bem, se é assim, mais vale o Corona”.

Brahimi

Irrequieto, imaginativo e de birras. Tanto pode fintar toda a gente como depois voltar para trás. Pode escrever um poema ou fechar-se no quarto. Brahimi é um craque, mas sempre adolescente.

Aboubakar

Fez um esforço enorme para manter o jogo mais disputado até final, falhando golos fáceis e impedindo colegas de os fazer. O 4-0 prova que ainda lhe falta mais ritmo neste aspecto, mas sinto que tem uma enorme margem de progressão.

Soares

Senti finalmente o que os adeptos da selecção sentiram quando Ronaldo saiu lesionado na final do Europeu, salvo as devidas diferenças de essa ser só uma final de um Europeu e esta ser uma primeira jornada de um campeonato que se adivinha muito difícil. Pensei que tudo estaria perdido e nem nos meus piores pesadelos imaginei uma dupla atacante Aboubakar-Marega, mas tudo correu pelo melhor e só espero que Soares regresse rapidamente.

Marega

Antero: 223 millions pour commencer à parler.

Hernâni

É rápido.

Herrera

Entrou para se ver o Dragão a aplaudir de pé Óliver numa altura em que já estava 4-0 e posso dizer com sinceridade que isto é o melhor o que lhe posso desejar para a vida.