Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

E-mails internos, 3124721947 programas de TV, paz e amor e um plano das costas de Bdc: os desejos para o dérbi de Lá Em Casa Mando Eu

Catarina Pereira está totalmente indiferente ao dérbi "entre equipas detestáveis", mas conclui que este sábado assistirá à "chamada 'win-win' situation, o que já é substancialmente mais" do que ganhou nos últimos quatro anos, diz

Catarina Pereira, Lá Em Casa Mando Eu

Gualter Fatia

Partilhar

Um resultado qualquer no dérbi (desde que o FC Porto não perca no domingo)

Quis este excelente campeonato que, à penúltima jornada, um portista possa olhar para o dérbi entre Sporting e Benfica com total indiferença pelo resultado. Analisando as hipóteses – e partindo do princípio que nestes jogos entre equipas detestáveis também vale uma vitória, uma derrota ou um empate -, diria que qualquer uma delas nos traz bastantes vantagens. Em caso de vitória da equipa da casa, não escondo que gostaria de ver os emails internos da equipa visitante nos dias a seguir, cheios de esquemas para ainda conseguirem ir à Liga dos Campeões por via da secretaria ou de bilhetes oferecidos a patrocinadores. Em caso de empate, não tenho grandes planos para sábado à noite, por isso não é grave. E, em caso de vitória da equipa visitante, não escondo que gostaria de ver os hipotéticos posts de Facebook do presidente da equipa da casa que se seguiriam. Enfim, é a chamada 'win-win' situation, o que já é substancialmente mais do que ganhei nos últimos quatro anos.

(Se o FC Porto perder no domingo, quero que empatem. Só para que não restem dúvidas e não parecer que ando aqui só a brincar com coisas sérias.)

Uma boa arbitragem

Penso que todos concordamos que foi uma época muito desgastante no que à análise do trabalho do árbitro, do ângulo do VAR e das linhas obtusas feitas por qualquer um diz respeito. Estamos cansados de pensar nisso, de falar nisso e de ver os 3124721947 programas de TV sobre o assunto. Portanto, tudo o que desejo para Sporting e Benfica é que encontrem um daqueles árbitros que já não tem nada a ganhar: seja bilhetes, vouchers, classificações ou "200 euros o tempo que quiser, se for a três é 400 euros".

Fábio Coentrão e Salvio em disputa no dérbi

Fábio Coentrão e Salvio em disputa no dérbi

Foto Carlos Costa/Getty

Paz e amor

Ao contrário do que seria de esperar de uma adepta ponderada como eu, neste dérbi não estou a torcer por lesões incapacitantes ou qualquer tipo de violência completamente justificada, já que de um lado estão pessoas do Sporting e do outro estão pessoas do Benfica. Como estamos na penúltima jornada, seria uma pena que os jogadores das duas equipas perdessem a oportunidade de pensar melhor na sua vida e mudar-se, cheios de saúde, para a cidade Invicta, onde anos deste género de experiências bem sucedidas provam que esta é sempre uma ótima opção. Bruno Fernandes: se me estiveres a ler, podes tentar entrar em contacto comigo que eu tento facilitar a coisa. Se estiveres a ser escutado ou te sentires de alguma forma ameaçado, envia um sinal: podes acabar este jogo e gritar na flash “O FC PORTO VAI SER CAMPEÃO, CHUUUUPEEEMMM!!!”, ou dar um murro no Jonas totalmente despropositado, que eu vou perceber que posso avançar. Ai, por momentos acho que me esqueci da paz e do amor. Mas é o Jonas, vocês percebem. Bem, em relação ao que se passará fora do relvado, espero que corra tudo bem com os adeptos de ambos, porque quero que possam ter a oportunidade de assistir ao nosso grupo organizado de festas. (E, se o FC Porto ainda perder o campeonato, tenho a certeza que esta será uma boa frase para vocês guardarem e me espetarem nas trombas todos os dias do resto da minha vida.)

Um grande plano das costas do presidente do Sporting

Não tenho os números memorizados, mas penso que, desde que Bruno de Carvalho tentou acabar com o plantel do Sporting, a equipa só tem registado bons resultados. Aliás, tenho ideia que o clube até começou a ganhar títulos em modalidades que não envolvem correr no meio da floresta encantada e essas cenas esquisitas em que eles são imparáveis. Portanto, há aqui uma óbvia relação de proporcionalidade direta entre o aumento da capacidade de absurdo do presidente leonino e a conquista de coisas positivas para o Sporting. Ou seja, parte de mim está bastante interessada em saber se, em caso de vitória, Bruno de Carvalho vai atirar-se para as bancadas que o veneram (nunca as centrais, ele ensinou-me que essas fazem parte da cabala contra ele), esperando ser transportado aos braços, de sportinguista em sportinguista, até o Miguel Maia o receber em manchete, ou vai, por exemplo - imaginando um cenário muito hipotético e até ridículo de tão impensável que é -, fingir uma dor nas costas para não ter de festejar com os jogadores que não o podem ver à frente.

Uma boa época para o Benfica para o ano

Vocês sabem que eu falo, falo, falo, mas parte de mim tem de ter alguma simpatia pelo Benfica, uma vez que casei com uma das pessoas que vive mais em prol deste clube. É claro que, estando eu em primeiro e muito perto de conquistar o título, posso deixar para segundo plano todas as querelas que nos dividem, porque, afinal de contas, isto é só futebol e o que interessa é termos todos saúde, amor e o FC Porto campeão. Portanto, benfiquistas que cometeram o erro de vir aqui parar, saibam que vos desejo uma excelente época de 2018/2019 com toda a sinceridade. Sempre ouvi dizer que a competitividade na Segunda Liga é enorme e tenho a certeza que vão adorar encher os estádios desse país fora com toda essa vontade de mostrar que há mais Benfica para além da corrupção e do tráfico de influências. Boa sorte!