Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

Pizzi e as “coisinhas” que decidiram o jogo

O melhor marcador do Benfica esta época (vai com sete golos) acha que a equipa perdeu (2-1) contra o Nápoles devido a pequenos pormenores que tem de melhorar

Expresso

MÁRIO CRUZ/LUSA

Partilhar

A qualificação

"Felizmente conseguimos [o apuramento], não com o resultado que queríamos, mas o mais importante é a qualificação. Quero dar os parabéns a este grupo, porque à segunda jornada já ninguém dava nada pelo Benfica e conseguimos dar a volta por cima. É um apuramento que é inteiramente justo.".

O que se passou na partida

"Entrámos bem. Na segunda parte o Nápoles fez um bom passe, isolou o Callejón e fez um golo que tirou ânimo à nossa equipa. Foi decidido em coisinhas que temos de melhorar. Isto é a Champions, só jogam os melhores e as equipas têm grandes executantes."

A derrota vai influenciar a equipa para o dérbi?

"Não, temos de estar habituados à vitória e à derrota. Obviamente ninguém gosta de perder. Infelizmente este dois jogos não correram da melhor maneira, mas somos um grupo unido e forte e, no domingo, vamos dar uma boa reposta e fazer o melhor possível para dar uma alegria aos adeptos."