Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

Rui Vitória: “Vamos a Dortmund à procura do golo”

Treinador dos encarnados sublinhou a “vitória muito saborosa” frente a um Borussia Dortmund “muito difícil de contrariar e controlar”. Na flash da Sport TV, Rui Vitória destacou o papel dos jogadores, “incansáveis na luta, no trabalho, na entrega”, e lembra que em Dortmund, na 2.ª mão, o Benfica não se pode “remeter à defesa”, já que a vantagem (1-0) é curta

Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA/Getty

Partilhar

Vitória difícil

"É uma vitória muito saborosa. A questão da justiça nesta altura é difícil de dizer. Não me custa nada reconhecer o valor que a equipa do Dortmund tem. É uma equipa muito difícil de contrariar, de controlar e nós tínhamos a consciência de que era um jogo difícil. Um adversário com jogadores da frente muito rápidos e imprevisíveis. Não conseguimos na 1.ª parte o que queríamos, que era bloquear o processo ofensivo do adversário, na segunda parte melhorámos".

Dortmund falha, Benfica aproveita

"O Dortmund teve uma série de oportunidades que não concretizou. Nós sabíamos que as bolas paradas eram uma arma que tínhamos que aproveitar. Conseguimos fazer um golo, ganhámos o jogo, estamos dentro da eliminatória. Vamos agora a Dortmund com a noção de que vai ser um jogo difícil, mas que temos uma palavra a dizer, de que há coisas que podemos e vamos melhorar. Os jogadores foram incansáveis na luta, no trabalho, na entrega, e estamos satisfeitos".

Sorte?

"Estamos perante uma das melhores equipas da Europa, com uma intensidade de jogo elevadíssima, e com jogadores que criam problemas a qualquer equipa, e, portanto, também criaram ao Benfica".

Segredo da vitória

"Ajustámos ao intervalo e o Ederson acabou por fazer uma belíssima exibição. Mas ele é um guarda-redes de nível elevadíssimo e está cá para isso. Mas quero realçar o trabalho de todos os jogadores e o acreditar que era possível perante uma equipa que marcou golos praticamente a toda a gente. Era difícil ganharmos 1-0. A este nível é fundamental não sofrer golos em casa. Vai ser difícil lá, mas agora qualquer golo marcado fora tem um impacto enorme, e eles já não marcaram aqui.

Na 2.ª mão

"Vamos a Dortmund à procura do golo porque não nos podemos remeter à defesa agora é um novo jogo e uma nova história e vamos a Dortmund respeitando o adversário, mas querendo ganhar a eliminatória".