Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

Jesus: "Vamos crescendo como equipa e o Sporting cresce em prestígio no mundo"

No final do Sporting-Juventus (1-1), Jorge Jesus era um homem... quase feliz

Expresso

Jorge Jesus, treinador do Sporting

MIGUEL MEDINA/GETTY

Partilhar

Apesar de ter empatado, Jorge Jesus estava feliz com a exibição do Sporting frente à Juventus. "É preciso ter noção dos valores e do que se passa aqui. Jogámos com a Juventus e fizemos o jogo que fizemos, com alguns jogadores que não têm jogado tanto e quebraram no final da segunda parte e isso foi fatal no momento em que poderíamos surpreender", explicou, referindo-se concretamente a Ristovski, esta noite tiular no lugar habitualmente de Piccini.

"O Ristovski esteve bem no momento defensivo. O Mandzukic é um jogador difícil de parar e ele fê-lo bem, mas, como se diz na gíria, já estava todo roto. Este jogo deu para ganhar alguns jogadores", garantiu Jesus.

"Notou-se alguma inexperiência, mas o mais positivo é a grande exibição que o Sporting fez, contra uma equipa que não precisa de adjetivos. Jogámos uma primeira parte com qualidade tática, contra uma equipa que sabe defender muito bem. Há pormenores que só quem percebe sabe qualificar, que faz com que as coisas na Liga dos Campeões sejam diferentes", acrescentou.

"Ainda estamos na luta. O que queríamos era ganhar, mas o Sporting sai daqui reforçado em termos de imagem para todo o mundo. Quando se joga contra estas equipas, estás a dar passos para que tenhas mais experiência, porque há muitos jogadores da nossa equipa sem essa experiência. Às vezes, mais do que tática e técnica, precisamos de outros conhecimentos e isto é bom porque vamos crescendo como equipa - e o Sporting cresce em prestígio no mundo", concluiu.