Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

O jogo que todos querem ver vai ser assim: um PSG mais atrevido, mas mais fraco sem Neymar, e um Real a acelerar no contra-ataque

Com a eliminatória praticamente sentenciada pelo Liverpool no Dragão (vitória por 5-0), todos os olhos, esta terça-feira, vão estar postos no outro jogo grande da Liga dos Campeões: PSG-Real Madrid. O analista de futebol Tiago Teixeira explica-nos o que aconteceu na 1ª mão e antecipa a 2ª mão

Texto Tiago Teixeira, analista de futebol

Cristiano Ronaldo marcou dois dos três golos com que o Real Madrid venceu o PSG, na 1ª mão dos oitavos de final da Champions (3-1)

KIKO HUESCA/ epa

Partilhar

Um golo de Rabiot, um golo de Marcelo e dois golos de... Cristiano Ronaldo. No Bernabéu, o PSG até começou melhor, mas foi o Real Madrid a sair vencedor (3-1), e isso muda a abordagem que os parisienses vão ter no jogo desta terça-feira - mesmo não tendo o desequilibrador Neymar, indisponível por lesão.

Tendo em conta o resultado com que terminou o jogo da 1ª mão dos oitavos de final, é de prever agora um PSG muito mais agressivo e muito mais pressionante do que aconteceu no Santiago Bernabéu, isto porque procurará recuperar a bola rapidamente para atacar a baliza do Real Madrid durante o maior tempo possível. Algo que não aconteceu no jogo da 1ª mão.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)