Tribuna Expresso

Perfil

Liga Europa

Mourinho: "Há muitos poetas no futebol mas poetas não ganham muitos títulos"

Após vencer a segunda Liga Europa da carreira, José Mourinho elogiou o jogo e a preparação do Manchester United, deixando também algumas farpas aos críticos

Expresso

Mike Hewitt/getty

Partilhar

Exibição

“Foi uma exibição perfeita. Desde o primeiro minuto que ficámos com a sensação que estávamos no jogo e que o íamos levar para onde queríamos levar. Sabíamos onde éramos mais fortes do que o adversário. Eles queriam bola curta para pressionar e nós jogámos em bola longa. Acho que estivemos sempre por cima do jogo. Foi uma noite tranquila, uma final controlada desde o princípio. A experiência dá-nos algumas sensações e a sensação do início de jogo foi exatamente essa. A equipa foi fantástica no espírito e na inteligência com que abordou o jogo”

Críticas

“Fomos uma equipa muito inteligente, que soube como ganhar, e conseguimos isso de forma algo confortável, contra uma boa equipa. Simplesmente fomos mais fortes do que eles. Há muitos poetas no futebol mas poetas não ganham muitos títulos. Sabíamos onde eles eram melhores que nós, sabíamos onde nós éramos melhores que eles. Tentámos anular as suas qualidades e explorar as suas fraquezas. Fizemos isso muito bem e merecemos totalmente a vitória”

Ambição

“Sei que sou o único a receber medalhas de três presidentes da UEFA e também sei que só tenho 54 anos. Ainda quero vencer mais algumas”

Época

“É o fim de uma época muito difícil, mas uma época muito boa. Preferimos isto a ficar em 2.º. 3.º ou 4.º na Premier League. Conseguimos o objetivo de voltar à Liga dos Campeões e vencemos um título, um título importante, que fecha o lote do Manchester United”

Férias

“Até 8 de julho não falo mais de futebol. Nunca estive tão cansado, quero descansar porque nunca tive uma época tão desgastante. Agora estou de férias, não quero ver nada, ver amigáveis das seleções, nada. Estou a ser egoísta, os rapazes vão para os amigáveis das seleções, mas para mim acabou”.

Bernardo Silva no United?

“Penso que não, honestamente. No entanto, nunca se sabe. Os bons jogadores são sempre bem-vindos”