Tribuna Expresso

Perfil

Liga Europa

Jesus: “Fomos surpreendidos nos primeiros 20 minutos. Até a mim, se me derem espaço, eu também jogo, já com 60 anos”

A análise do treinador do Sporting à vitória no terreno (sintético) do Astana, por 3-1, nos 16 avos de final da Liga Europa

Expresso

STRINGER

Partilhar

Problemas na 1ª parte

"O importante era levar a eliminatória para Lisboa e levá-la com um resultado de três golos... melhor ainda. Mas fomos supreendidos nos primeiros 20 minutos, não só com a entrada muita rápida do Astana, mas com a velocidade que a bola tinha neste sintético.

O nosso lado esquerdo não conseguia parar o lado direito do Astana. Senti isso logo nos primeiros cinco minutos de jogo, na forma como estávamos a reagir aos duelos. Estávamos a jogar com pouca intensidade, com souplesse.

Eles estavam a ganhar as bolas divididas e nem no corredor central estávamos a conseguir pará-los e eu disse isso ao intervalo, disse que tínhamos de corrigir isso, no corredor central e no esquerdo.

Senti na primeira parte que a equipa não estava bem posicionada: os nossos corredores central e esquerdo, a defender, estavam muito vulneráveis, o adversário estava a jogar com muita facilidade, com muito espaço. Até a mim, se me derem espaço, eu também jogo, já com 60 anos."

Rotatividade no onze e lesões

"Depois fizemos golos e controlámos o resultado. Já temos jogadores com fadiga de jogos e segunda-feira jogamos em Tondela, por isso procurámos descansar um pouco.

Praticamente precisas de todos os jogadores e todos se sentem importantes, houve uns que jogaram hoje e não jogam em Tondela, outros jogaram com o Feirense...

Hoje estava com medo deste sintético, podia haver alguma lesão. Treinámos ontem aqui e hoje tivemos jogadores já a queixarem-se, daqueles que tem problemas articulares. Os amortecedores, como se costuma dizer, começam a dar sinais. Ainda não falei com o Dr. Varandas mas parece que está tudo bem."

Segunda mão

"Partimos para o segundo jogo com uma vantagem muito boa. Três golos em Astana não é fácil. Vamos para Lisboa recuperar para estarmos nas melhores condições em Tondela.

Temos de ter uma ou outra cautela ainda. Claro que com dois golos de vantagem e jogando no teu estádio é outra coisa. Espero que o público esteja connosco. E se calhar este jogo pode servir de muleta para o jogo seguinte, para pôr outros jogadores que têm jogado menos."