Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Pizzi encontra Pizzi, Rossi contra ele próprio e Vettel vai de encontro a Hamilton (e foi assim o fim de semana)

Portugal defronta o Chile, "Il Dottore" volta às vitórias e Vettel choca com Hamilton dentro e fora da pista, enquanto FC Porto regressa aos festejos e Espanha "limpa" Europeu de basquetebol

Alexandra Simões de Abreu

TIAGO PETINGA/LUSA

Partilhar

Pizzi contra Pizzi

Depois de garantir, no sábado, o 1º lugar do grupo com uma vitória por 4-0, frente à Nova Zelândia - golos de Ronaldo, André Silva, Bernardo Silva e Nani -, a seleção portuguesa ficou a conhecer, no dia seguinte, a sua adversária nas meias finais da Taça das Confederações. Alemanha ou Chile, eram as hipóteses. Os alemães foram mais fortes do que os Camarões (3-1) e acabaram por vencer o grupo B, deixando no segundo lugar o Chile, que não foi além de um empate com a Austrália (1-1). E é desta forma que Pizzi encontra Pizzi. “A minha alcunha vem do treinador do Chile, sim. Quando era mais novo, ele jogava no Barcelona e como no bairro jogava com os amigos e fazia alguns golos, e ele estava numa excelente forma, eles começaram a chamar-me Pizzi. Ficou até agora”, explicou o Pizzi português. O confronto está marcado para quarta-feira, 28 de junho, às 19 horas. O outro jogo que vai opor a Alemanha ao México, está marcado para o dia seguinte às 19 horas.

FC Porto faz o pleno

Se no futebol as coisas não correram bem, já no hóquei em patins, os adeptos do FC Porto não se podem queixar. Depois de vencer a Supertaça e o campeonato, a equipa de hóquei em patins dos Dragões fechou a época com a conquista da Taça de Portugal, aproveitando a folga dada pelo Benfica, que faltou ao jogo das meias finais, como forma de protesto. Recorde-se que no último jogo do campeonato, frente ao Sporting, o golo marcado a pouco segundos do final, que daria o 6-5 e muito provavelmente a conquista do 24.º Campeonato ao Benfica foi anulado. O FC Porto acabou por conquistar o título e este domingo, uma semana depois, voltou a festejar, na final da Taça de Portugal, frente ao Sp. Tomar, que venceu por 5-1.

O regresso triunfante de Rossi

63 milésimos de segundo foi tempo mais do que suficiente para Valentino Rossi, 38 anos, conquistar a sua 115ª vitória. O piloto italiano da Yamaha cumpriu as 26 voltas do Grande Prémio da Holanda de MotoGP em 41.41,149 minutos, vencendo num sprint final com o compatriota Danilo Petrucci (Ducati) precisamente por 0s063. O triplo campeão do mundo em MotoGP, o espanhol Marc Marquez (Honda), ficou no último lugar do pódio. Valentino Rossi não escondeu o “sentimento fantástico” do regresso às vitórias, depois de mais de um ano de jejum - o último triunfo aconteceu no GP da Catalunha, em 2016 -, e com este resultado subiu ao 3º lugar do campeonato, sete pontos atrás do novo líder, Andrea Dovizioso, e três atrás do espanhol Maverick Viñales, seu companheiro de equipa. Também em Assen, mas no GP de Moto2, o português Miguel Oliveira ficou em 5º lugar. “Julgava poder lutar mais pela dianteira, fiz o máximo que pude e ficou um sabor um bocado agridoce porque me sentia muito forte”, assumiu depois da 8ª prova do Moto2.

Mirco Lazzari gp

Tão amigos que eles eram

O caldo entornou-se entre Sebastian Vettel e Lewis Hamilton este fim de semana no Grande Prémio do Azerbaijão, em F1. Aconteceu numa fracção de segundos. Hamilton e Vettel seguiam atrás do safety-car, quando o inglês, que liderava, decidiu desacelerar e o alemão não conseguiu evitar o embate na traseira do Mercedes. Irritado, Vettel acelerou, colocou-se ao lado do inglês e projetou o Ferrari em direção ao Mercedes, embatendo na roda dianteira do monolugar de Hamilton. Os dois eram 1º e 2º colocados no momento do desentendimento. A manobra foi classificada pelo inglês como “nojenta”. “Se ele quer provar que é homem, que mostre fora do carro”, afirmou Hamilton depois de sair do Mercedes. Vettel foi penalizado em 10 segundos, mas ainda assim terminou um lugar (4º) à frente do inglês (5º), num GP ganho por Daniel Ricciardo. No segundo lugar do pódio ficou Valtteri Bottas (Mercedes) e em 3º Lance Stroll (Williams). Entretanto Vettel também reagiu à “briga de trânsito”, com um recado para Hamilton: “A Fórmula 1 é para adultos”. Feitas as contas, Vettel lidera o Mundial de Pilotos com 153 pontos, seguido por Hamilton, com 139 pontos.

Espanha campeã de basquetebol

A Espanha sagrou-se campeã europeia de basquetebol, em femininos, ao bater a França, por 71-55, na final realizada em Praga, na República Checa. A seleção espanhola, que em 2015 terminou o Eurobasket no terceiro lugar do pódio, conquista o seu terceiro troféu, após os triunfos em 2013 e 1993 e sucede à Sérvia, que teve uma presença discreta na República Checa (11.º). Na atribuição da medalha de bronze, a Bélgica chegou pela primeira vez ao pódio, ao derrotar a Grécia, por 78-45.