Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Maduro coloca avião presidencial à disposição dos atletas venezuelanos

A redução de voos comerciais por causa da crise económica no país já impediu várias equipas de competirem no exterior. O Presidente não quer que isso volte a acontecer

Mafalda Ganhão

LEO RAMIREZ / AFP / Getty Images

Partilhar

O Presidente venezuelano Nicolás Maduro colocou este domingo o avião presidencial à disposição dos atletas nacionais, para evitar a repetição de situações de desportistas condenados a perder competições no exterior por causa da falta de voos comerciais, dada a crise que atinge a Venezuela.

As equipas nacionais de voleibol, esgrima e softball foram recentemente impedidas de viajar, tendo faltado às competições que tinham agendadas fora do país.

“Se não é possível arranjarem [voos] por causa de sabotadores, o avião presidencial está disponível para que as equipas nacionais viajem para qualquer lugar do mundo”, garantiu Maduro no habitual discurso semanal transmitido pela televisão.

Maduro acrescentou que ele pode viajar por terra, “de moto ou numa mula”, se necessário, mas considera que as equipas venezuelanas “não podem perder nenhuma competição internacional”.

Pressionadas pelas taxas cambiais e pela crescente insegurança na Venezuela, várias das principais companhias aéreas estrangeiras suspenderam ou diminuiram a sua oferta, reduzindo os seus voos ou tornando-os muito caros.