Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

A semana que aí vem: o show começa no outro lado do Atlântico, passa pelos relvados da Europa e acaba no mar de Peniche

Com o regresso da NBA na mesma semana em que há grandes jogos de futebol nas competições europeias, o final da semana não podia terminar melhor do que... na praia. E logo numa com as melhores ondas, a de Supertubos, para ver os melhores surfistas do mundo

FABRICE COFFRINI

Partilhar

1. O regresso dos homens grandes que sabem voar

Depois de um verão quente, cheio de reuniões, mudanças e alianças que encheram páginas e páginas de jornais do outro lado do Atlântico, arranca a nova temporada da NBA, com um Cleveland Cavaliers-Boston Celtics (1h, quarta-feira, na Sport TV1) e um Golden State Warriors-Houston Rockets. O grande show está de volta, ainda que nem todos estejam otimistas quanto ao futuro da Liga Profissional de Basquetebol norte-americana. É o caso de Michael Jordan, antiga estrela dos Chicago Bulls, que veio dizer que as transferências ocorridas neste defeso, e que foram muitas, “vão afetar a liga em geral no ponto de vista competitivo”. “Vamos ter uma ou duas grandes equipas e outras 28 que são lixo, que vão passar momentos difíceis a tentar sobreviver no ambiente empresarial”. Será? O melhor é ver.

É verdade que os Golden State Warriors e os Cleveland Cavaliers disputaram as últimas três finais da NBA e têm dominado as respetivas conferências. E se na época passada, os Warriors juntaram Kevin Durant a Stephen Curry e Klay Thompson, este verão os Cavs contrataram Dwyane Wade e Derrick Rose para ajudar LeBron James a reconquistar o título.

Dwyane Wade, à esquerda, convesa com LeBron James durante um jogo da pré-temporada, entre os Cleveland Cavaliers (Cavs) e os Chicago Bullsl

Dwyane Wade, à esquerda, convesa com LeBron James durante um jogo da pré-temporada, entre os Cleveland Cavaliers (Cavs) e os Chicago Bullsl

Gregory Shamus

2. Mourinho regressa ao sítio tudo começou

O FC Porto é o primeiro dos três grandes a entrar em campo na 3ª jornada da Liga dos Campeões. Às 19h45 de terça-feira os portistas defrontam o RB Leipzig, vice-campeão da Alemanha, que joga em casa e que este fim de semana foi a Dortmund ganhar por 3-2 ao Borússia, líder da Bundesliga. Na anterior jornada europeia o FC Porto venceu o Monaco por 3-0, e por cá, continuam na liderança da Liga NOS.

Quarta-feira é a vez do Sporting medir forças, em Turim, com a Juventus que no sábado perdeu em casa por 1-2 com a Lázio de Roma, na 8ª jornada da Serie A italiana. Já o Benfica que no sábado viu-se aflito para vencer o Olhanense, no Algarve, por 1-0 para a Taça de Portugal, recebe o Manchester United, de José Mourinho, que regressa ao Estádio da Luz 17 anos depois.

Recorde-se que foi no Benfica que Mourinho fez a sua estreia como treinador principal, após longos anos como adjunto de Bobby Robson e Louis van Gaal.

Na Liga Europa, o V. Guimarães está no último lugar do grupo I, com um ponto e vai defrontar na quinta-feira o Marselha, que é terceiro, com três pontos. Na última jornada da Liga dos Campeões o V. Guimarães empatou em casa com os austríacos do Salzburgo (1-1), enquanto o Marselha é terceiro, com três pontos, após o triunfo frente aos turcos do Konyasport (1-0).

Já o Sporting de Braga recebe os búlgaros do Ludogorets. A equipa de Abel Ferreira lidera o grupo C com seis pontos, depois do triunfos em casa dos alemães do Hoffenheim (1-2) e na receção ao Istambul (2-1). O Ludogorets segue na segunda posição, com quatro pontos.

O guarda-redes Iker Casillas e Danilo, em sintonia, durante o encontro com o Monaco, que o FC Porto venceu por 3-0

O guarda-redes Iker Casillas e Danilo, em sintonia, durante o encontro com o Monaco, que o FC Porto venceu por 3-0

ANNE-CHRISTINE POUJOULAT

3. Todos as marés vão dar a Supertubos

A partir de sexta-feira e até ao último dia do mês, as ondas da praia de Supertubos, em Peniche, vão ser palco das espetaculares manobras dos melhores surfistas do mundo, que vêm participar no Rip Curl Pro Portugal, a 10ª etapa do circuito mundial de surf da World Surf League. O ano passado a competição foi dominada pelo havaniano John John Florence, campeão mundial coroado em Portugal, que este ano volta a estar na discussão do título, com o brasileiro Gabriel Medina e o líder do ranking, Jordy Smith.

Com um cenário e protagonistas de luxo restam poucas dúvidas sobre onde ir já no próximo fim de semana para ver imagens fantásticas. Até porque quem também vai lá estar é o português Frederico Morais, que atualmente é o rookie do ano. A ocupar o 13º lugar é quase certo que o surfista português já não vai sair do circuito mundial. Esta é a penúltima etapa do circuito, que termina no Havai.

John John Florence, vencedor do Rip Curl Pro Portugal do ano passado na praia dos Supertubos, em Peniche

John John Florence, vencedor do Rip Curl Pro Portugal do ano passado na praia dos Supertubos, em Peniche

FRANCISCO LEONG