Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Treinador do Benfica acusa: “Há tráfico de influências na arbitragem do hóquei em patins”

Pedro Nunes diz que não pode prová-lo, mas garante que há “tráfico de influências” no hóquei em patins português e dá exemplos

Expresso

Pedro Nunes é treinador da equipa de hóquei em patins do Benfica desde 2013

DR

Partilhar

Mais claro não podia ser. Pedro Nunes, treinador da equipa de hóquei em patins do Benfica desde 2013, está agastado com os árbitros nacionais. "Pergunta-me se existe corrupção na arbitragem portuguesa no hóquei em patins? Não sei, não posso provar, simplesmente porque nunca corrompi um árbitro. Mas há uma coisa que posso garantir: há tráfico de influências. Existe e a variadíssimos níveis", assegurou, em entrevista à A Bola TV.

O treinador do Benfica continua revoltado com o desfecho do campeonato passado, conquistado pelo FC Porto, depois do empate do Benfica na última jornada, frente ao Sporting. Recorde-se que o Benfica tinha de vencer o jogo e viu um golo ser-lhe anulado, a cerca de 20 segundos do final do jogo.

"Para se evitar o clima de suspeição, deveriam nomear os melhores árbitros que, segundo sei, até são da distrital de Lisboa. Porque é que num Sporting-Benfica vem um árbitro que só não desceu de divisão porque houve uma desistência e outro que, salvo erro, estava no 8º lugar?", questionou Pedro Nunes. "Se for um jogo entre duas equipas do norte, provavelmente estão árbitros do norte. Houve total imprudência do Conselho de Arbitragem nessa nomeação", acrescentou, referindo-se aos árbitros Paulo Rainha e Júlio Teixeira.

"Invalidar um golo daqueles... acho que foi uma decisão infeliz e que até hoje não sabemos quem a tomou. Não estamos aqui para ser beneficiados. Ouvi uma frase, constantemente, na última época: 'Se nos deixarem ser, vamos ser'. O Benfica não pede para deixarem, só pede que não o impeçam", disse.

Ou seja, Pedro Nunes considera que o Benfica perdeu o campeonato devido à arbitragem. "Acho que isso é factual. Houve um erro grave de arbitragem que influenciou o resultado final do jogo. Na última época, não deixando de dar os parabéns ao FC Porto, sentimo-nos lesados", respondeu.

Questionado sobre a falta de comparência da equipa na 'final four' da Taça, como forma de protesto, Pedro Nunes garantiu que repetiria o gesto, se fosse necessário: "Convictamente, sim. E foi uma decisão totalmente consensual. Obviamente gosto sempre de jogar, mas concordei com a decisão do Benfica a 100%. Não podemos crescer só no jogo, quando à nossa volta não temos uma estrutura forte para sustentar tanto o investimento dos clubes como a qualidade do espectáculo".

O campeonato de hóquei em patins 2017/18 começa este fim de semana, com o Benfica a receber o Sporting de Tomar, na Luz.