Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Benfica nega infração de Marcos Chuva ao regulamento antidoping

O Benfica negou hoje que o atleta Marcos Chuva tenha infringido os regulamentos antidopagem, como noticia o jornal Record, e diz que houve um alegado erro administrativo

Lusa

Ricardo Moraes

Partilhar

"O atleta não tem falhas no controlo antidoping como alguma imprensa está a referir. O atleta está limpo de doping. Nunca faltou a nenhum controlo nem foi controlado com teste positivo. Trata-se de uma alegada falha administrativa", disse à Lusa fonte do Benfica.

Segundo o jornal Record, Marcos Chuva, atleta do salto em comprimento, vai ser suspenso durante um ano por alegadamente ter falhado três controlos antidoping em 2016, violando o sistema de localização. Ainda segundo o diário desportivo, o atleta terá argumentado que mudou de morada, mas a alteração não entrou no sistema.

A mesma fonte considera que "a forma como todo este processo está a ser gerido continua a não dignificar as entidades envolvidas".

"Isto é especulação e configura uma atitude persecutória e de bullying psicológico a um atleta que é referência no atletismo. Marcos Chuva não está notificado. O Benfica não está notificado. Como é possível isto ser noticiado? A quem serve esta situação?", questiona.

"Quando existirem dados concretos e oficiais sobre este assunto, os serviços jurídicos do clube analisarão a situação, que merecerá certamente intervenção contundente. Não se compreende a demora na solução deste processo, que prejudica o atleta, o clube e a própria modalidade", completou.