Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Portugal está na final do Europeu de futsal e bem pode agradecer a um engenheiro (e não é esse engenheiro em que está a pensar)

A seleção portuguesa derrotou a Rússia, vice campeã da Europa, por 3-2, e qualificou-se para a final do Europeu de futsal. André Coelho, mestre em engenharia civil, bisou no jogo

Expresso

André Coelho tenta receber a bola perante a pressão do russo Dmitri Lyskov

Harold Cunningham - UEFA

Partilhar

Depois do futebol, o futsal. É certo que Portugal só ganhou no primeiro e não no segundo, mas está bem perto disso, depois de se ter qualificado pela segunda vez para uma final de um Europeu. E novamente graças a um engenheiro - não Fernando Santos, mas André Coelho, jovem que marcou dois golos.

A meia-final contra a Rússia até começou mal, mas uma grande recuperação portuguesa na 2ª parte permitiu a reviravolta no marcador.

Eder Lima (sim, é mesmo russo) marcou o 1-0 para a vice campeã da Europa, mas, na 2ª parte, André Coelho, jovem de 24 anos que é mestre em engenharia civil, fez o 1-1. E, logo depois, o mesmo jogador do Benfica, que se está a estrar em Europeus, fez o 2-1.

Perto do final, os russos arriscaram tudo, colocando um guarda-redes avançado, mas foi mesmo Portugal a aumentar a vantagem, por Bruno Coelho, precisamente quando o guardião adversário não estava na baliza.

Ainda assim, nos últimos instantes, Eder Lima reduziu para 3-2, mas os russos não conseguiram marcar mais.

Ricardinho festeja a qualificação de Portugal para a final do Europeu de futsal 2018

Ricardinho festeja a qualificação de Portugal para a final do Europeu de futsal 2018

Harold Cunningham - UEFA

Portugal está assim na final do Europeu de futsal, que está a ser disputado na Eslovénia, e aguarda agora pelo outro finalista - Espanha, atual campeã europeia, e Cazaquistão disputam ainda esta quinta-feira a outra meia-final da prova.

Esta é a segunda vez que Portugal chega à final de um Europeu de futsal, já que em 2010 a seleção também conseguiu o mesmo feito, mas acabou por ser derrotada na final, pela Espanha, por 4-2.