Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Campeão do mundo acusa doping

O queniano Asbel Kiprop, antigo campeão olímpico e tricampeão mundial dos 1.500 metros, teve um controlo de doping positivo, por eritropoietina (EPO), confirmou esta sexta-feira a União para a Integridade no Atletismo (AIU).

Lusa

Norsk Telegrambyra AS

Partilhar

Em comunicado, a AIU confirma que a substância foi detetada numa amostra de urina recolhida em 27 de novembro de 2017 e confirmada na contra-análise, acrescentando que o atleta já foi processado por violação das regras antidoping da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).

A AIU rejeita as acusações que o atleta, campeão olímpico em Pequim2008 e campeão mundial em 2011, 2013 e 2015, tem feito alegando irregularidades nos controlos antidoping.

O organismo assegura que "não houve mistura nem falsificação da amostra" e nega ter violado qualquer confidencialidade do processo, como invoca o atleta.

Na quinta-feira, Asbel Kiprop fez várias acusações ao processo de recolha e disse que as duas pessoas encarregadas de recolherem as amostras de lhe tinham tentado extorquir dinheiro.