Tribuna Expresso

Perfil

motos

Moto, GP da Malásia. Tempestade afeta qualificação

A violenta tempestade tropical que desabou sobre o traçado de Sepang condicionou as qualificações para o GP da Malásia e levou mesmo à interrupção da sessão de Moto3

Pedro Roriz

Mirco Lazzari /Getty Images

Partilhar

O facto de o asfalto ter cada vem melhores condições de aderência condicionou os tempos, com especial destaque para o sucedido na qualificação de Moto2.

O francês Johann Zarco (Kalex) pode ter dado um importante passo rumo ao título ao averbar o melhor tempo na qualificação de Moto2, sendo o único a chegar ao segundo “18”, por ter sabido aproveitar a melhoria das condições de aderência ao contrário do que sucedeu com os seus rivais, o suíço Thomas Lutti (Kalex), quinto, a mais de três segundos, e o espanhol Alex Rins (Kalex), vigésimo-terceiro.

O italiano Franci Morbidelli (Kalex) e o espanhol Axel Pons (Kalex) partilham a primeira linha com o francês mas o italiano não conseguiu baixar do segundo “20” e o espanhol encabeçou o lote dos que entraram no segundo “21”.

Amanhã, se as condições atmosféricas melhorarem tudo pode mudar, mas Johann Zarco pode sair de Sepang com uma vantagem pontual que lhe permita controlar a corrida de Valência, que fecha a temporada.

Foi com a pista molhada, em consequência da forte chuvada que interrompeu a sessão de Moto3, que os pilotos de MotoGP fizeram a qualificação, o que colocou dificuldades acrescidas, com os italianos Andrea Dovizioso (Ducati) e Valentino Rossi (Yamaha), os que melhor se adaptaram às condições de aderência do traçado, a fazerem os dois melhores tempos, que deram ao piloto da Ducati a quinta “polé”na categoria rainha do motociclismo mundial.

O espanhol Jorge Lorenzo, companheiro de equipa de Valentino Rossi, completa a primeira linha da grelha, enquanto o espanhol Marc Marquez (Honda), que já tem o título no bolso, que tinha dominado os treinos livres não foi além do quarto tempo à frente do inglês Cal Crutchlow (Honda) e do italiano Andrea Iannone (Ducati), de regresso depois de quatro corridas de ausência.

Uma violenta tempestade tropical, típica de região levou à interrupção da sessão de qualificação de Moto3, com o sul-africano Brad Binder (KTM), virtual campeão mundial, a alcançar a sexta “pole position” da temporada.

No momento da interrupção da sessão era o espanhol Jorge Lorenzo (Honda) que estava no topo da tabela de tempos, mas na segunda parte o sul-africano

conseguiu melhorar o seu tempo e colocar-se na primeira posição da grelha, à frente do espanhol e do italiano Francesco Bagnaia (Mahindra).

Grelhas de partida

CorridasMOTO2 – 1.ª linha: Johann Zarco (Kalex), 2’18,621”; Franco Morbidelli (Kalex), 2’20,755”; Axel Pons (Kalex), 2’21,383”; 2.ª linha: Jonas Folger (Kalex), 2’21,559”; Thomas Luthi (Kalex), 2’21,755”; Lorenzo Baldassarri (Kalex), 2’21,836”; 3.ª linha: Xavier Simeon (Speed Up), 2’21,941”; Mattia Pasini (Kalex), 2’22,029”; Remy Gardner (Kalex), 2’22,070”. Alinham mais 19 pilotos.

MOTOGP – 1.ª linha: Andrea Dovizioso (Ducati), 2’11,485”; Valentino Rossi (Yamaha), 2’11,731”; Jorge Lorenzo (Yamaha), 2’11,787”; 2.ª linha: Marc Marquez (Honda), 2’11,874”; Cal Crutchlow (Honda), 2’12,558”; Andrea Iannone (Ducati), 2’12,598; 3.ª linha: Aleix Espargaro (Suzuki), 2’12,869”; Maverick Viñales (Suzuki), 2’12,981”; Álvaro Bautista (Aprilia), 2’13,325”. Alinham mais 12 pilotos.

MOTO3 – 1.ª linha: Brad Binder (KTM), 2’26,268”; Jorge Navarro (Honda), 2’26,361; Francesco Bagnaia (Mahindra), 2’26,395”; 2.ª linha: Lorenzo Dalla Porta (KTM); 2’27,078”; Gabriel Rodrigo (KTM), 2’27,307”; Nicollo Antonelli (Honda), 2’27,355”; 3.ª linha: Bo Bendsneyder (KTM); 2’27,604”; Jorge Martin (Mahindra), 2’27,604; Fábio Quartararo (KTM), 2’27,661. Alinham mais 24 pilotos.

Classificações dos “Mundiais”, antes da prova malaia:

Pilotos

MOTO2 – 1.º, Johann Zarco, 226 pontos; 2.º, Thomas Luthi, 204; 3.º, Alex Rins, 201; 4.º, Franco Morbidelli, 177; 5.º, Sam Lowes, 162; 6.º, Takaaki Nakagami, 159; 7.º, Jonas Folger, 143; 8.º, Lorenzo Baldassarri, 112; 9.º, Hafizh Syahrin, 106; 10.º, Simone Corsi, 93; …; 20.º, Miguel Oliveira, 33. Estão classificados mais 11 pilotos.

MOTOGP – 1.º, Marc Marquez, 273 pontos; 2.º, Valentino Rossi, 216; 3.º, Jorge Lorenzo, 192; 4.º, Maverick Viñales, 181; 5.º, Dani Pedrosa, 155; 6.º, Cal Crutchlow, 141; 7.º, Andrea Dovizioso, 137; 8.º, Pol Espargaro, 117; 9.º, Andrea Iannone, 96; 10.º, Hector Barbera, 84. Estão classificados mais 17 pilotos

MOTO3 – 1.º, Brad Binder, 294 pontos; 2.º, Enea Bastianini, 164; 3.º, Jorge Navarro, 143; 4.º, Nicolo Bulega, 129; 5.º, Joan Mir, 124; 6.º, Fábio Di Giannantonio, 122; 7.º, Francesco Bagnaia, 120; 8.º, Romano Fenati, 93; 9.º,