Tribuna Expresso

Perfil

motos

Moto2: Miguel Oliveira parte da 2ª posição

Mais rápido na primeira sessão de treinos livres, efectuada ontem, com o traçado de Brno molhado, o português Miguel Oliveira (KTM) averbou, hoje, o segundo tempo na qualificação a 0,32” da marca feita pelo italiano Mattia Pasini (Kalex), que vai largar da “pole position” para a corrida de Moto2.

Pedro Roriz

Partilhar

No regresso à competição, depois de um período de férias, em que teve oportunidade de pilotar uma KTM da categoria rainha (MotoGP), Miguel Oliveira chegou à República Checa e mostrou que está na luta pela vitória na corrida, mas por um dos lugares do pódio final na categoria (Moto2).

Em Brno, onde as condições atmosféricas têm condicionado o desempenho dos pilotos, o português perdeu para Mattia Pasini, que estva há 10 anos afastado da primeira posição da grelha, mas impôs-se a outro italiano, Franco Morbidelli (Kalex), que tem dominado o campeonato e que largou da “pole” nas duas corridas anteriores.

No final da qualificação, o “motard” português considerava que «apesar de ter dificuldades na primeira curva, consegui nos últimos instantes subir ao segundo lugar, o que é bom, porque como estamos 16 no mesmo segundo, a confusão lá atrás vai ser grande e nunca se sabe o que poder acontecer».

O comandante do campeonato de MotoGP, o espanhol Marc Marquez (Honda) garantiu a “pole position”, à frente do italiano Valentino Rossi (Yamaha), que, ontem, tinha estado longe das primeiras posições, com, outro espanhol, Dani Pedrosa (Honda) a completar a primeira linha da grelha.

É a quarta “pole position” do ano para o campeão do mundo, que foi o único a chegar ao segundo “54” e reforça a candidatura à vitória na corrida checa.

Apesar de continuar a sentir dores nas costas, depois da queda de ontem, o inglês Cal Crutchlow (Honda) assegurou o quinto tempo, atrás do italiano Andrea Dovizioso (Ducati), com a marca italiana a mostrar-se, ontem, muito à vontade com o asfalto molhado, situação que se se repetir amanhã, pode permitir a um dos seus pilotos chegar ao lugar mais alto do pódio.

Em Moto3, o argentino Gabriel Rodrigo (KTM) alcançou a primeira “pole” de um piloto do “país das pampas”, na categoria, conseguido nos derradeiros instantes, depois de ter passado pelo hospital do circuito, depois de uma queda nos instantes iniciais da qualificação.

A última “pole position” de um “motard” argentino tinha acontecido em 2004, no traçado australiano de Phillip Island, por intermédio de Sebastian Porto na categoria de 250cc.

O italiano Romano Fenati (Honda) e o espanhol Juanfran Guevara (KTM) completam a primeira linha para a corrida de Moto3.

Grelhas de partida

MOTO2 – 1.ª linha: Mattia Pasini (Kalex), 2’02,611”; Miguel Oliveira (KTM), 2’02,643”; Franco Morbidelli (Kalex), 2’02,661”; 2.ª linha: Francesco Bagnaia (Kalex), 2’02,686”; Jorge Navarro (Kalex), 2’02,742”; Alex Marquez (Kalex), 2’02,965”; 3.ª linha: Luca Marini (Kalex), 2’02,990; Sandro Cortese (Suter), 2’03,048”; Simone Corsi (Speed Up), 2’03,052”. Alinham mais 23 pilotos

MOTOGP – 1.ª linha: Marc Marquez (Honda), 1’54,981”; Valentino Rossi (Yamaha), 1’55,073”; Dani Pedrosa (Honda), 1’55,199”; 2.ª linha: Andrea Dovizioso (Ducati), 1’55,441; Cal Crutchlow (Honda), 1’55,489”; Jorge Lorenzo (Ducati), 1’55,552”; 3.ª linha: Maverick Viñales (Yamaha), 1’55,663”; Danilo Petrucci (Ducati), 1’55,738”; Alvaro Bautista (Ducati), 1’56,027”. Alinham mais 14 pilotos

MOTO3 – 1.ª linha: Gabriel Rodrigo (KTM), 2’08,571”; Romano Fenati (Honda), 2’08,721”; Juanfran Guevara (KTM), 2’08,874”; 2.ª linha: Joan Mir (Honda), 2’08,967”; Nicolo Bulega (KTM), 2’08,971”; Bo Bendsneyder (KTM), 2’08,991”; 3.ª linha: Marcos Ramirez (KTM), 2’09,’43”; Fabio Di Giannantonio (Honda), 2’09,142”; Livio Loi (Honda), 2’09,148”. Alinham mais 23 pilotos.

Classificação dos “Mundiais”, antes da prova checa:

PILOTOS

MOTO2 – 1.º, Franco Morbidelli, 174 pontos; 2.º, Thomas Luthi, 140; 3.º, Miguel Oliveira, 117; 4.º, Alex Marquez, 113; 5.º, Francesco Bagnaia, 78; 6.º, Mattia Pasini, 73; 7.º, Takaaki Nakagami, 69; 8.º, Simone Corsim 53; 9.º, Dominique Aegerter, 50; 10.º, Marcel Schrotter, 44. Estão classificados mais 19 pilotos

MOTOGP – 1.º, Marc Marquez, 129 pontos; 2.º, Maverick Viñales, 124; 3.º, Andrea Dovizioso, 123; 4.º, Valentino Rossi, 119; 5.º, Dani Pedrosa, 103; 6.º, Johann Zarco, 84; 7.º, Jonas Folger, 71; 8.º, Danilo Petrucci, 66; 9.º, Jorge Lorenzo, 65; 9.º, Cal Crutchlow, 64. Estão classificados mais 15 pilotos

MOTO3 – 1.º, Joan Mir, 165 pontos; 2.º, Romano Fenati, 128; 3.º, Aron Canet, 110; 4.º, Jorge Martin, 89; 5.º, Fabio Di Giannantonio, 85; 6.º, John McPhee, 83; 7.º, Marcos Ramirez, 79; 8.º, Andrea Migno, 78; 9.º, Enea Bastianini, 59. 10.º, Juanfran Guevara, 58. Estão classificados mais 20 pilotos.

MARCAS

MOTO2 – 1.º, Kalex, 225 pontos; 2.º, KTM, 120; 3.º, Suter, 66; 4.º, Speed Up, 53; 5.º, Tech 3, 46;

MOTOGP – 1.º, Yamaha, 184 pontos; 2.º, Honda, 166; 3.º, Ducati, 152; 4.º, Suzuki, 35; 5.º, Aprilia, 34; 6.º, KTM, 16

MOTO3 – 1.º, Honda, 220 pontos; 2.º, KTM, 121; 3.º, Mahindra, 7; 4.º, Peugeot, 5.

EQUIPAS

MOTOGP – 1.º, Movistar Yamaha MotoGP, 243 pontos; 2.º, Repsol Honda Team, 232; 3.º, Ducati Team, 188; 4.º, Monster Yamaha Tech 3, 155; 5.º, Octo Pramac Racing, 99; 6.º, LCR Honda, 64; 7.º, Pull&Bear Aspar Team, 64; 8.º, EG 0,0 Marc VDS, 64; 9.º, Reale Avintia Racing, 52; 10.º, Team Suzuki Ecstar, 36; 11.º, Aprilia Racing Team Gresini, 34; 12.º, Red Bull KTM Factory Racing, 22