Tribuna Expresso

Perfil

Mourinho

Mais um 'troféu' para Mourinho, agora em Setúbal: abriu a Avenida José Mourinho

"É uma situação um pouco estranha para mim, porque Setúbal continua a ser a única cidade onde eu me sinto eu, onde me sinto Zé, onde me sinto Zé Mário", disse Mourinho na inauguração da avenida com o seu nome

Expresso e Lusa

Partilhar

Está aberta a Avenida José Mourinho. A A Câmara Municipal de Setúbal, presidida por Maria das Dores Meira, atribuiu o nome do treinador português - natural de Setúbal - à requalificada avenida na zona ribeirinha da cidade, e Mourinho, ladeado pela mãe, não poderia ter ficado mais feliz, confessou.

"É uma situação um pouco estranha para mim, porque Setúbal continua a ser a única cidade onde eu me sinto eu, onde me sinto Zé, onde me sinto Zé Mário, onde eu ando na rua e as pessoas me tratam como eu gosto que me tratem, como um mais, com a simplicidade normal de Setúbal e de me fazerem sentir aquilo que eu sou: um setubalense como os outros", disse Mourinho, esta tarde.

"Digo sempre que troco homenagens por vitórias. Esta é, se calhar, a única que não trocava por vitórias", acrescentou o treinador do Manchester United, que fez questão de elogiar publicamente o trabalho realizado pela presidente da Câmara de Setúbal, felicitando-a pela recente reeleição para novo mandato.

"Em primeiro lugar queria dar-lhe os parabéns pela sua goleada já esperada. A presidente é um bom exemplo de que nem só os nascidos em Setúbal amam Setúbal e fazem alguma coisa por Setúbal", disse, dirigindo-se à autarca Maria das Dores Meira, reeleita domingo, com maioria absoluta, para um terceiro mandato como presidente da Câmara de Setúbal.

"Esta avenida tem o meu nome, mas podia ter o seu, porque foi a senhora que a fez, foi a senhora que deu uma nova dinâmica à cidade e que tem feito Setúbal uma cidade cada vez melhor em tempos tão difícil para todos", acrescentou Mourinho, revelando, em linguagem futebolística, que só não tinha feito campanha por Maria das Dores Meira "porque a goleada era tão evidente".

José Mourinho com a sua mãe, Maria Júlia Santos (à esquerda), e com a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira (à direita)

José Mourinho com a sua mãe, Maria Júlia Santos (à esquerda), e com a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira (à direita)

RUI MINDERICO/LUSA

À margem da cerimónia, José Mourinho foi questionado sobre a boa carreira do Manchester United, que após sete jornadas soma seis vitória e um empate na Liga Inglesa, e fez o pleno de seis pontos em dois jogos da Liga dos Campeões, mas o técnico setubalense lembrou que os bons resultados no início do campeonato não garantem a conquista de títulos.

"O setubalense mais global de sempre"

Já Maria das Dores Meira referiu-se a José Mourinho como um "filho de Setúbal, homem do mundo, personalidade global" e "um desses setubalenses que nos enchem o coração de orgulho, porque ele é mesmo especial, tem um talento especial, tem especial amor pela sua terra", especificou.

"É, porventura, o setubalense mais global de sempre, aquele que em qualquer ponto do globo é reconhecido pelo seu sucesso, pelas suas capacidades. E é mesmo de talento que falamos. O talento, que aliado ao saber e à inteligência, faz grandes homens e grandes mulheres. Este Mourinho global nunca suplantará, porém, o nosso Mourinho de Setúbal, o homem que, com o mesmo empenho e orgulho, jogou no Comércio e Indústria de Setúbal e treina hoje o Manchester United", acrescentou.