Tribuna Expresso

Perfil

Multimédia

O muro de Osasco que travou os alemães (sim, isto é sobre Ederson)

O muro de Berlim, que separava o oriente e o ocidente da capital alemã e simbolizava um país então dividido, caiu em 1989. Quatro anos depois, nascia no município brasileiro de Osasco, em São Paulo, um outro 'muro', que esta terça-feira foi irredutível na manutenção de um sonho. Ederson Santana de Moraes foi a última barreira que travou a determinação alemã e é uma das maiores esperanças do Benfica para uma nova batalha em terras germânicas

Partilhar

  • Se acham que ele defende bem, deviam vê-lo a atacar (o perfil de Ederson por quem o treinou)

    Benfica

    Marcar golos, muitos. Era isso que, em alguns treinos nos juniores do Benfica, acontecia à equipa que ficava com Ederson. Porque ele insistia em jogar à frente para usar o “enorme pontapé” que tinha e ainda tem, disse-nos quem o treinou. Depois de sair e antes de voltar aos encarnados, até chegou a bater livres em jogos da terceira divisão, no Ribeirão. Foram estas, e outras coisas, que ouvimos de quem viu crescer o guarda-redes que parou tudo o que o Borussia Dortmund rematou à baliza do Benfica