Tribuna Expresso

Perfil

Multimédia

Pinto da Costa garante que só usou seguranças para se proteger de adeptos

Pinto da Costa garante que nunca teve "guarda-costas" e que apenas usou seguranças para não ser asfixiado pelos adeptos. O presidente do FC Porto foi o primeiro arguido a falar no julgamento de alto risco da Operação Fénix, que leva um enorme aparato policial ao quartel de bombeiros de Guimarães. Antero Henrique não quis falar na primeira sessão e pediu para ser dispensado nos próximos 15 dias

Partilhar