Tribuna Expresso

Perfil

Multimédia

Advogado de José Silva diz que medida de coação é "excessiva" e vai recorrer

O advogado do técnico informático José Silva, que ficou em prisão preventiva, diz que vai recorrer da medida de coação interposta pelo tribunal. Em entrevista aos jornalistas, esta quarta-feira, Paulo Gomes defende que os indícios usados estão "fortemente descontextualizados" e que a medida de coação foi "excessiva"

SIC Notícias

Partilhar

O advogado confirma que, entre os elementos de prova, estão perícias informáticas, escutas telefónicas e vigilâncias.

Paulo Gomes avança que o seu cliente ficou em silêncio porque "não foram facultados todos os elementos da acusação", que estão no processo e-toupeira, e não justifica o alegado acesso ilegal aos documentos em causa.